menu
Topo

Relacionamentos


Relacionamentos

10 séries para fazer maratona e aprender mais sobre o amor e o sexo

Roberta Filgueiras

Colaboração para Universa

05/02/2019 05h00

O complexo universo dos relacionamentos amorosos parece ser uma inesgotável fonte de inspiração para as séries. Amor e sexo, em suas mais variadas formas, estão presentes em produções que vão muito além do conto de fadas. Confira algumas produções que falam de relações de um jeito inusitado: 

Love (Netflix)

Reprodução/Netflix
Em "Love" uma amizade inesperada vira romance Imagem: Reprodução/Netflix

Quando se conheceram, Mickey (Gillian Jacobs) e Gus (Paul Rust) não tinham nada em comum, além do fato de terem acabado de sair de um relacionamento. Apesar das diferenças, a química entre eles é quase imediata e não demora muito para a inusitada amizade virar um complexo romance. 

O que esperar? Mesmo com uma premissa comum em comédias românticas, a série propõe uma visão realista de um relacionamento, com seus conflitos e suas delícias.

Easy (Netflix)

Reprodução/Netflix
A série "Easy", disponível na Netflix, traz antologias sobre amor e sexo Imagem: Reprodução/Netflix

Com uma história nova a cada episódio, a série traz uma grande variedade de relações, em momentos e situações diferentes. Desejo sexual, diferenças entre visões de mundo, mentiras, ciúme, gravidez, privacidade, solidão e outras questões comuns em relacionamentos reais são alguns dos temas abordados ao longo das histórias.

O que esperar? Um retrato de relacionamentos modernos, com muito sexo e diversos tipos de conflitos.

Wanderlust (Netflix)

Reprodução/Netflix
Em "Wanderlust", um casal que está junto há anos decide abrir a relação Imagem: Reprodução/Netflix

A série conta a história da psicóloga Joy (Toni Collette) e seu marido Alan (Steven Mackintosh). Juntos há muitos anos, os dois percebem que não se desejam mais, apesar de se amarem. Após um incidente, decidem abrir a relação em uma tentativa de melhorar o casamento e precisam se adaptar a essa nova dinâmica. 

O que esperar? Reflexões sobre monogamia, desejo, envelhecimento, diferentes tipos de amor, sexualidade, família, separação, luto e adolescência. 

A Maravilhosa Sra. Maisel (Amazon Prime Video)

Reprodução/Amazon Prime Video
"A Maravilhosa Sra. Maisel" tem roubado a cena durante as temporadas de premiação da TV americana Imagem: Reprodução/Amazon Prime Video

A série conta a história de Miriam "Midge" Maisel (Rachel Brosnahan), típica dona de casa e mãe da década de 1950, que é abandonada pelo marido e acaba encontrando no stand-up comedy um novo propósito. Midge vai ter que abrir espaço no mundo da comédia, dominado por homens, enquanto lida com os filhos, os pais, o ex-marido e os amigos. 

O que esperar? Uma comédia com diálogos rápidos, que fala sobre empoderamento feminino, quebra de expectativas, maternidade, preconceitos, casamento, traição, frustração e amor. 

Please Like Me (Netflix)

Reprodução/Netflix
Em "Please Like Me", um jovem lida com a descoberta de sua sexualidade Imagem: Reprodução/Netflix

Inspirada na vida de seu criador Josh Thomas, que também faz o protagonista, a série conta a história de um jovem, que se descobre gay após terminar com a namorada. Além do processo de aceitação de sua sexualidade, Josh ainda precisa lidar com questões familiares, como a depressão da mãe.

O que esperar? Personagens bem realistas, com muitos momentos cômicos e dramáticos, representatividade LGBT, uma abordagem interessante sobre questões como depressão, ansiedade e suicídio, conflitos típicos da geração Y e diversas reflexões sobre o amor e formas de relacionamento.

Lovesick (Netflix)

Reprodução/Netflix
Em "Lovesick", um cara entra em contato com suas ex-namoradas para contar uma notícia ruim Imagem: Reprodução/Netflix

Após ser diagnosticado com clamídia, Dylan (Johnny Flynn) precisa entrar em contato com todas as suas parceiras sexuais. Essa trajetória de revisitar e repensar toda sua vida amorosa é acompanhada de perto por seus melhores amigos Luke (Daniel Ings) e Evie (Antonia Thomas).

O que esperar? A série fala sobre a busca pelo amor, arrependimento, amizade e sexo. E tudo com boas doses de humor britânico. 

Big Little Lies (HBO)

Reprodução/HBO
Premiada série da HBO mostra que nem tudo é o que parece Imagem: Reprodução/HBO

As amigas Madeline (Reese Witherspoon) e Celeste (Nicole Kidman) acolhem a recém-chegada e misteriosa Jane (Shailene Woodley) em seu cotidiano de mães, esposas e mulheres ricas. Aos poucos, a intimidade de cada uma vai sendo revelada e o que parecia uma vida perfeita vai se revelando bem complexa e obscura. 

O que esperar? A série é focada nas mulheres e traz diversas dinâmicas de relacionamento, diferentes formas de violência, traição e questões ligadas à maternidade.

Crazy Ex-Girlfriend (Netflix)

Reprodução/Netflix
"Crazy Ex-Girlfriend" brinca com as expectativas relacionadas ao amor romântico Imagem: Reprodução/Netflix

Essa comédia musical é sobre Rebecca Bunch (Rachel Bloom), uma advogada bem-sucedida que decide abandonar seu emprego em Nova York e ir atrás de uma paixão da adolescência em uma pequena cidade da Califórnia. Porém, sua vida acaba passando por uma grande transformação durante sua busca pelo amor. 

O que esperar? A série coloca em cheque uma visão idealista do amor e aborda temas como padrões estéticos, preconceitos, sexualidade, relações familiares, transtornos mentais e questões do universo feminino. 

Sense8 (Netflix)

Reprodução/Netflix
"Sense8" ficou famosa por abordar a conexão mental e emocional de seus personagens, que moram em lugares diferentes Imagem: Reprodução/Netflix

Nesta ficção científica, oito desconhecidos de diferentes partes do mundo passam a compartilhar sentimentos e habilidades enquanto buscam resolver questões pessoais e fugir de um inimigo comum. As histórias vão se entrelaçando ao longo da trama, incluindo mais personagens e diversos tipos de relações.

O que esperar? Muitas cenas de sexo (a dois, a três e até coletivo) e momentos românticos. A série debate diversidade, preconceito e pluralidade de amor e de conexão.

Jane The Virgin (Netflix)

Reprodução/Netflix
Em "Jane The Virgin", uma garota que nunca fez sexo na vida engravida por engano durante uma visita à ginecologista Imagem: Reprodução/Netflix

A série se apropria da linguagem novelesca para contar a saga de Jane (Gina Rodriguez), que, apesar de cumprir a promessa feita à avó de se manter virgem até o casamento, engravida por meio de uma inseminação acidental. Para piorar, o pai do bebê, Rafael (Justin Boldoni), é seu chefe. Além da gravidez inesperada, a moça ainda tem que lidar com seu namorado policial, sua jovem mãe, sua avó imigrante ilegal e católica fervorosa, seu pai desconhecido e a esposa de Rafael.

O que esperar? Uma série de comédia sobre amor e seus imprevistos, relacionamento familiar e maternidade, com momentos emocionantes e de suspense, sem deixar de fora questões políticas.