menu
Topo

Autoestima


Com 14kg a mais, antes e depois de mulher viraliza: "Meu corpo é lindo"

Arquivo pessoal
A portuguesa Ines Rocha parou de prestar atenção nas críticas e aceitar seu corpo Imagem: Arquivo pessoal

Luiza Souto

Da Universa

31/01/2019 04h00

A portuguesa Ines Rocha engordou 14 quilos em três anos, e o corpo atlético de quem jogava vôlei quatro vezes por semana, durante duas horas, deu lugar a mais curvas. E tudo bem. A estudante de 19 anos está feliz, saudável e sem neuras com frases sem sentido que escuta de vez em quando como: "você está gorda". Prova disso foi seu antes e depois postado no Twitter no último dia 23, e que já rendeu mais de seis mil curtidas. 

Com 1,71m e 80kg atuais, a portuguesa conta que teve o primeiro contato com piadinhas nada engraçadas sobre seu corpo aos 11 anos, idade de sua primeira menstruação. Ali, relembra ela à Universa, estava mais desenvolvida em comparação às meninas de sua turma. 

"Falavam sobre meus seios, barriga e não me sentia bem. Mas os anos foram passando e aquilo tinha se tornado tão comum que já não me afetava", fala Ines.

Aos 14, a portuguesa entrou para uma escola de vôlei. Precisava, no entanto, deixar o corpo mais leve para saltar melhor, e por conta própria fez dietas que encontrava na internet: 

"Houve dias em que só bebia água, ou comia dois ovos e uma lata de atum, até que não tinha forças para nada e desmaiei na escola". 

Mesmo com a alimentação restabelecida e performance desejada no time, Ines precisou parar de treinar por causa dos estudos. O resultado desse afastamento logo apareceu: aos 16 anos, saiu dos 67 kg para os 80 kg.

"Ouvia comentários de colegas do tipo: 'quando jogava vôlei, você estava bem', ou mesmo: 'está tão gorda!', entre muitos outros". 

Chateada, matriculou-se na academia e procurou uma nutricionista. Perto de voltar ao shape anterior, precisou mais uma vez trocar os exercícios pelos estudos: 

"Até que eu pensei: 'se não consigo queimar calorias, então não vou ingeri-las. Passei dias só bebendo água, comecei a tomar comprimidos para emagrecer, e a vomitar sempre que comia alguma coisa. Seguia dietas que ensinavam a perder 10 quilos em 15 dias. Mas não dava resultado".

A portuguesa admite que parte de todo esse sacrifício sem sentido -- e perigoso -- veio da necessidade de agradar a quem lhe criticava. E decretou:

"Eu me sentia bem com meu corpo, só não era bom quando os colegas começavam a criticar. Até que eu decidi agradar a mim. Tentava comer bem, não abusava de frituras nem doces, mas comia o que gostava. E ia à academia quando conseguia. Olhei para mim e disse: 'você tem um corpo lindo. Por que se sacrificar para entrar nos padrões de beleza da sociedade?'. E publiquei essas fotos".

Ines diz que recebeu mensagens do Brasil aos Estados Unidos, inclusive de mulheres que estão tentando ganhar peso.

"Finalmente, consegui gostar do meu corpo", finaliza ela.

Fluvia Lacerda revela quando se sente sexy e por que não manda nudes

Universa