menu
Topo

Violência contra a mulher


Vítima de tráfico sexual de mulheres, atriz "revive" sua história em filme

Reprodução/YouTube
Imagem: Reprodução/YouTube

Da Universa

21/01/2019 16h43

Frida Farrell está usando a arte para superar e conscientizar as pessoas sobre o tráfico humano, crime de qual foi vítima quando tinha 23 anos.

A atriz sueca, hoje com 39 anos e mãe de uma garotinha, roteirizou e está protagonizando o filme "Apartament 407", longa-metragem que narra como foram seus três dias em um local em que foi mantida como escrava sexual, sendo vítima de agressões e estupros.

Frida foi sequestrada assim que chegou em Londres, na Inglaterra, para começar a carreira como modelo. A proposta feita para ela foi a de gravar um vídeo publicitário, com o cachê de R$ 33 mil. No entanto, tratava-se de uma armadilha para a raptarem durante o set de gravação.

"O tráfico sexual é algo tão grande... Nós vivemos em uma bolha em que só navegamos sobre o assunto superficialmente. Eu quero que o público aprende a não fazer suposições. Nós vemos as vítimas dessa situação como só as que cruzam fronteiras, alguém vulnerável. Mas pode acontecer com qualquer um. Não é uma questão de ser rico ou pobre, pode atingir qualquer adolescente", disse Frida em entrevista ao "Link TV".

Confira a íntegra do trailer do filme, que já está disponível para reprodução na Amazon Prime e no iTunes: