Topo

Pausa

Pare, respire e olhe o mundo ao redor


"Coisa de psicopata": Luisa Mell rebate BBB sobre bombinha em rabo de gato

Divulgação
Maycon falou que brincadeira era coisa de infância em papo com Vinícius durante o almoço deste sábado (19) Imagem: Divulgação

Natália Eiras

Da Universa

2019-01-20T13:52:54

20/01/2019 13h52

O vendedor de queijos Maycon, participante da 19ª edição do "Big Brother Brasil", revoltou o público ao comentar que já amarrou bombinha em rabo de gato e ter dito que é o tipo de brincadeira que faz parte da infância. "Não é normal de infância. Normal de infância de gente idiota, psicopata", comentou a ativista Luisa Mell à Universa. "Isso é crime". 

Maycon relatou o caso durante o almoço deste sábado (19). Ele contou que costumava colar fita adesiva no gato para que o bicho ficasse andando em círculos, brincadeira que viralizou na internet há alguns anos. "Já fez isso?", perguntou o mineiro a Vinícius. "Não", o brother respondeu. O vendedor de queijos continuou, então, o assunto. "E bombinha? Já amarrou bombinha no rabo dele", questionou enquanto dava risada. "Claro que não", disparou o outro participante. "Caraca, não teve infância?", terminou Maycon. 

Mais tarde, Hana e Gabriela comentaram que ficaram chocada porque Maycon teria dito que já havia estuprado galinhas. "Não sei se é brincadeira, mas este é o tipo de coisa que acontece no interior. Pode ter pegado mal lá fora", disse Hana. 

Segundo Luisa Mell, a conversa não foi ao ar no programa deste sábado na Globo, porém a ativista acredita que a emissora deveria fazer um pronunciamento sobre o caso. "É inacreditável o cara falar uma imbecilidade dessas ainda meio que se gabando. Eu acho péssimo a maneira que ela fala e os outros participantes nunca se colocam", comenta à Universa. "Mas tem que falar que isso é maus-tratos. A Globo deveria ter o mínimo de responsabilidade em dizer que isso é um crime". 

A ativista, que usou as redes sociais para expor sua revolta em relação à fala de Maycon, disse que encaminhou os vídeos do momento para seus advogados, mas acredita que não poderá fazer nada criminalmente. "Já faz muito tempo, deve ter prescrito", fala. No entanto, ela disse que fará campanha para pedir a saída do mineiro da casa. 

Maltratar animais é crime no Brasil. A regulamentação da questão se encontra na Lei Federal 9.605/98. O artigo 32 afirma que é crime "praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa".

Nas redes sociais

Telespectadores começaram a usar o espaço de comentários da foto mais recente de Maycon no Instagram, cuja conta é administrada pela família do participante, para expor revolta sobre a brincadeira. 

"Isso não é coisa de criança, o nome é crueldade mesmo. Esse tipo de 'erro do passado' nem se comenta, muito menos achando graça que só ele quem viu. Maturidade mandou lembranças", escreveu uma seguidora. 

A família do mineiro respondeu às mensagens, dizendo que Maycon havia feito um "comentário um tanto sem graça da época que ele era criança". "Hoje ele tem um cachorro e é simplesmente apaixonado por ele. Quem conhece sabe. Todos nós já fizemos ou falamos, quando criança, alguma besteira que não nos orgulhamos. Não usaremos os erros do passado como polêmicas do futuro, ok?", escreveram os familiares. 

O comunicado não apaziguou os ânimos nos comentários da imagem. "Ele fez o comentário como se fosse algo engraçado e não sente culpa. Ainda estranha quem não praticou o ato. Para mim, ele pensa ainda da mesma forma e merece sair do programa por estar incentivando este tipo de comportamento", rebateu uma internauta. 

Outros BBBs já causaram polêmica por maus-tratos a animais

Maycon não é o primeiro participante do "Big Brother Brasil" a causar polêmica por relatar maus-tratos a animais. Em 2010, Dourado, vencedor do BBB10, disse que "chutar poodles era o melhor antídoto para o estresse". ONGs de protetores de animais chegaram a entrar com pedido de investigação no Ministério Público. Ironicamente, o tatuado ficou morrendo de medo da cachorra Belinha, poodle de Ana Maria Braga, em sua participação no programa "Mais Você". 

Em 2013, Dhomini narrou, em sua segunda participação no reality show, que arrancou dentes de um cachorro que o havia mordido três vezes. Ele também teria dito que havia perdido a virgindade com uma égua. A polícia entrou com um inquérito para investigar o caso. 

Já no BBB16, em 2016, a ex-participante Adélia disse que jogava pedras e água em cachorros quando era criança, mas pediu desculpas sobre a declaração quando deixou o reality show. 

Mais Pausa