menu
Topo

Mães e filhos


Mães e filhos

Escocesa vence ultramaratona enquanto tira leite para seu bebê

Reprodução/Twitter/@jasminkparis
Jasmin Paris achou que já teria parado de amamentar Rowan quando se inscreveu na prova Imagem: Reprodução/Twitter/@jasminkparis

Da Universa

19/01/2019 13h27

Jasmin Paris foi, nesta quarta-feira (16), a primeira mulher a ganhar a desafiante ultramaratona Montane Spine Race, cujo trajeto de 239 quilômetros que atravessa montanhas da Inglaterra. Ela quebrou o recorde de tempo do trecho por uma diferença de 12 horas enquanto teve que fazer paradas durante a prova para tirar leite para seu bebê. 

De acordo com dados oficiais da corrida, Jasmin terminou a corrida em 83 horas, 12 minutos e 23 segundos e alcançou a linha de chegada cerca de 16 quilômetros a frente do corredor que ficou em segundo lugar. 

A veternária de 35 anos de Edimburgo, na Escócia, disse à BBC que, apesar de ter deixado leite o bastante para alimentar sua filha de 14 meses, ela teve que parar nos pontos de checagem da corrida para tirar leite, afim de prevenir mastites e inflamação dos tecidos das mamas. 

"Eu pensei que teria deixado de amamentar até a corrida e tentei desmamá-la quando Rowan fez um ano, mas durante as festas de fim de ano ela teve duas viroses e precisei voltar a amamentá-la múltiplas vezes ao longo da noite para nutrí-la", contou a competidora. 

No dia 5 de janeiro, Jasmin havia escrito sobre as dificuldades de voltar a competir após ter dado à luz, dizendo que teve dificuldade para encontrar tempo para treinar e que, muitas vezes, teve que correr sem dormir muito. 

Reprodução/Twitter/@jasminkparis
Jasmin (ao centro) teve que fazer paradas ao longo do percurso para tirar leite e evitar inflamações Imagem: Reprodução/Twitter/@jasminkparis

"Estava achando cada vez mais difícil deixar a minha cama pela manhã e eu percebi que precisava de um novo foco", a corredora escreveu. Para se motivar, ela se inscreveu na Spine Race, competição considerada uma das mais difícil do mundo e que ela "pensou que nunca correria" por causa do quão desafiante é o percurso, com muitas subidas e descidas a mais de 1,3 km altura. 

"Está tudo doendo agora, mas já não está mais tão longe", a ultramaratonista disse aos organizadores da corrida. "Assim que eu chegar ao final, eu verei a minha menina". 

Quando chegou à linha de chegada, Jasmin parecia feliz e aliviada por finalmente ter terminado a corrida. "Foi difícil", ela comentou para um grupo de torcedores que a encontraram, mas logo perguntou onde estava a filha. 

Errata: o texto foi atualizado
20/01/2019 às 00h00
Diferentemente do que foi publicado originalmente, a Spine Race acontece a 4,3 mil pés de altura (1,3 km) e não 43 mil pés.