menu
Topo

Pausa

Pare, respire e olhe o mundo ao redor


Após suposta briga, Kate Middleton será madrinha do bebê de Meghan Markle?

AFP
William, Kate, Meghan e Harry vão à missa de Natal Imagem: AFP

Da Universa

11/01/2019 14h12

O primeiro filho (ou filha!) do príncipe Harry e Meghan Markle está a caminho e pode nascer a qualquer momento

Além do nome, que ainda é uma incógnita, os pais de primeira viagem deverão tomar outra importante decisão em relação ao nascimento da criança: escolher quem serão seus padrinhos.

De acordo com a "Cosmopolitan", os titios príncipe William e Kate Middleton não estão na lista de possíveis padrinhos. 

Apesar de Meghan e a cunhada duquesa supostamente terem brigado em meio à saída dos duques de Sussex do palácio de Kensingon, a escolha por outras pessoas para o batismo do bebê tem outro motivo: a tradição. 

Diferente de nós, reles mortais, a família real britânica costuma eleger não um casal, mas um grupo de pessoas como padrinhos. E essas pessoas geralmente não são parentes próximos à criança. 

O motivo? Tios e avós já terão um papel significativo na vida da criança de qualquer maneira. Então, desta forma, os pais têm a chance de agregar mais pessoas importantes ao círculo social do filho. 

Louis, o último bebê real a ser batizado, por exemplo, foi apadrinhado por seis pessoas, entre elas uma prima de sua mãe, Kate, uma sobrinha da princesa Diana e amigos de longa data de seu pai, William. 

Tabloides britânicos já especulam como padrinhos do novo bebê os casais George e Amal Clooney e Jessica e Ben Mulroney, amigos próximos dos duques de Sussex. 

Mais Pausa