menu
Topo

Violência contra a mulher


Luiza Brunet relata sofrer ameaças anos após denunciar violência doméstica

Reprodução/Instagram/luizabrunet
Luiza Brunet Imagem: Reprodução/Instagram/luizabrunet

Da Universa

08/01/2019 16h00

Em 2016, Luiza Brunet foi agredida pelo então marido, Lírio Parisotto, e o denunciou por violência doméstica. Em 2017, ele foi condenado a um ano de prisão em regime aberto e um ano de prestação de serviços à comunidade.

O caso pode estar encerrado na justiça, mas a modelo de 56 anos recebe ameaças nas redes sociais até hoje. 

Segundo informou à coluna da jornalista Marina Caruso, no jornal "O Globo", Luiza está recebendo mensagens de perfis femininos no Instagram.

"Fui chamada de vagabunda, piranha, trambiqueira. E, principalmente, pelas mulheres. [?] Fui agredida por elas. Movi ação contra duas que pegaram mais pesado e estou sendo ameaçada de morte", disse. 

Uma dessas mensagens, enviada por um perfil da rede social identificado como Suzi Cortez, dizia: ?Pare de tocar no nome dele ou você vai ter problemas comigo, mando te matar?.

Em 2018, Luiza desabafou sobre as dificuldade do processo contra Parisotto: "Não é fácil mexer com homem que tem dinheiro".