menu
Topo

Sexo


8 coisas que você não deveria fazer antes do sexo de jeito nenhum

Claudia Dias

Colaboração para Universa

06/01/2019 04h00

Dicas para melhorar a vida sexual não faltam - ainda bem! Na contramão, também há alguns cenários que precisam ser evitados para que a transa seja a melhor experiência possível. Listamos abaixo 10 coisas que você deve não deveria fazer antes do sexo.

Xixi

Mesmo se parecer incontrolável, a dica é deixar o xixi para depois do sexo. É que bactérias podem permanecer na uretra e até seguir para a bexiga, ameaçando a ocorrência de uma infecção urinária. O xixi pós-transa ajuda a "limpar" essas bactérias nocivas, impedindo o acesso ao órgão que armazena a urina. Ah! Também ajuda se, depois do ato, forem ingeridos pelo menos 2 copos de água.

Depilar-se

A depilação provoca microlesões na pele, facilitando a entrada de micro-organismos, inclusive vírus HPV. Além disso, a pele fica muito sensível e o atrito durante a pegação tende a irritar a epiderme. Melhor é esperar, no mínimo, 12 horas e hidratar bastante a região depilada.

Encher o prato 

Transar logo após uma refeição exagerada tende a gerar mal-estar, já que o estômago muito cheio é capaz de provocar congestão semelhante à prática de exercício físico depois de ter comido bastante. O sexo é uma atividade intensa e as substâncias liberadas na hora do orgasmo podem levar a contrações involuntárias do estômago, causando refluxo ou vômitos.

Exagerar no álcool

Até é ok tomar uma dose para espantar a timidez, mas nada de excessos. Consumir muito álcool leva a um estado de depressão que altera o prazer sexual - no homem, ainda atrapalha a ereção. Sem contar que beber em excesso altera a capacidade de análise crítica e leva a escolhas que colocam a saúde em risco, como dispensar o uso de camisinha. 

Tomar antialérgico

Anti-histamínicos têm como principal função diminuir a coriza ou o excesso de muco, o que leva à diminuição temporária da lubrificação da vagina. Ainda no quesito saúde, alguns medicamentos estimulantes podem ser inadequados para quem é cardíaco. O melhor é sempre se informar previamente com um especialista médico sobre os remédios que estão sendo administrados.

Comer cebola e alho

Não é só por causa do hálito horroroso, mas por estimularem a vasodilatação no corpo. Isso quer dizer que não será só a boca que tende a se mostrar intragável - o organismo inteiro deverá liberar o odor ruim.

Beber refrigerante

Não é em todo mundo, mas a bebida pode provocar o estufamento do abdômen e a formação de gases - e para quem não consegue se controlar, é um passo para uma situação desagradável. Quem não tem o costume de beber refri ou desconhece a reação do seu corpo deve evitar tais líquidos.

Masturbar-se

Regra apenas para a turma masculina, viu? Enquanto as mulheres conseguem ter um orgasmo mais forte com o estímulo prévio, o homem pode ser prejudicado pela masturbação pouco tempo antes da relação sexual. A prática costuma refletir na qualidade da ereção, além de afetar o chamado "período de latência" - intervalo entre uma ereção e outra.

Fontes: Alex Meller, urologista da Unifesp; Alexandre Pupo, ginecologista do Hospital Sírio Libanês; Carla Cecarello, sexóloga do site de encontros casuais C-date; João Luiz Vieira, educador sexual, do canal Sexo Sem Medo, no Youtube; Naiara O. Mariotto, psicóloga e terapeuta com especialização em sexologia e relacionamentos e equilíbrio emocional.