menu
Topo

Violência contra a mulher


Suicídio de atriz pornô foi motivado por cena violenta, diz jornalista

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

02/01/2019 14h11

Uma cena agressiva de sexo pode ter motivado o suicídio da canadense August Ames, em dezembro de 2017. Ela tinha 24 anos.

A conclusão é parte de uma reportagem do podcast "Serial", que teve acesso às mensagens enviadas por um amigo e à última cena protagonizada por August.

Segundo o jornalista Jon Ronson, o ator russo Markus Dupree, conhecido pela truculência em cena, a dominou de forma violenta. Ele diz que Dupree arrancou a calcinha de August e a fez ela engolir a peça. 

"Pensando com cuidado, é naquele momento que ela decide morrer", conta o jornalista.

Reclamou para amigos

Encerrada a filmagem, August é entrevistada por um produtor, que pergunta se ela foi "bem tratada". A entrevista serve para provar legalmente que houve consentimento. A atriz segura o cheque referente ao dia de trabalho, com a maquiagem borrada, cabelo para trás e os olhos marejados. Cabisbaixa, ela confirma que a relação foi consensual. 

Nas mensagens enviadas a um amigo, August diz que o ator agiu com o estilo "War Machine", ou "Máquina de Guerra". O termo refere-se ao ator Jon "War Machine", ex-lutador e ator pornô que recebeu prisão perpétua por espancar a então namorada e atriz pornô Christy Mack, em 2017. 

Em 2018, Dupree venceu o AVN, ou o "Oscar" da indústria pornô norte-americana, pela atuação em outras produções. 

A morte

O corpo de August foi encontrado próximo a um parque de Los Angeles, algumas semanas depois da última cena. A produção nunca foi lançada ao público. 

A reportagem afirma que a agressão somou-se a um histórico de abusos sexuais durante a infância de August e ataques virtuais. Em cinco anos, ela atuou em mais de 300 cenas pornográficas.