menu
Topo

Sexo


Desafio do sexo: 52 experiências, uma para cada semana de 2019

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

01/01/2019 04h00

A ideia é curtir vivências novas no sexo em 2019? Tente, a cada semana do ano, colocar em prática as ideias do nosso desafio -- temos certeza de que, ao longo do caminho, você vai se conhecer melhor e descobrir outras formas de ter prazer. Basta praticar um vez por semana, inovando sempre!

1. Colocar uma fantasia sexual em prática
Que tal começar o desafio realizando, finalmente, algo que você deseja experimentar há muito tempo?

2. Descobrir uma nova zona erógena
Há todo um universo maravilhoso a ser desbravado muito além dos limites da sua vagina, sabia? A parte interna das coxas, joelhos, a curvinha abaixo dos seios e até cotovelos e axilas, se bem estimulados, podem provocar sensações deliciosas.

3. Transar sob a água
Seja na piscina, na banheira ou no box, sentir a água escorrendo pela pele durante o sexo amplia o prazer. Você ainda pode acrescentar um sex toy ou um sabonete líquido sensual (que esquenta/esfria ou dá "choquinhos" eletrizantes).

4. Explorar a região anal
Como forma de preparação para o sexo anal ou simplesmente para "agradar" a área, que é muito rica em terminações nervosas, ouse massageá-la com um bullet e um lubrificante à base de água. O par também pode estimulá-la com o dedo, devagarinho, ou partir para o beijo grego (carícias orais no ânus).

5. Apostar numa pegada mais selvagem
Em outras palavras: puxões de cabelo, arranhões, mordiscadas, tirar a roupa às pressas e por aí vai.

6. Partir para uma rapidinha
Se o tesão bater, por que esperar? A transa vapt-vupt também pode ser uma excelente forma de começar o dia e uma alternativa para quando há crianças ou hóspedes em casa. Dica: pule no colo do cara, entrelaçando as pernas nos quadris dele, e encostem no lugar que der. A penetração vai ser profunda e você ainda sentirá uma fricção intensa no clitóris.

Getty Images
Imagem: Getty Images

7. Inspirar-se no Kama Sutra
Em sites ou em aplicativos é possível conferir uma gama enorme de posições para testar na cama. O melhor: conforme sua habilidade, flexibilidade, vontade e aptidão física.

8. Imitar uma cena pornô
Embora não correspondam 100% a fatos reais, vídeos e filmes pornôs costumam servir como uma "aula" sobre posições e formas de usar braços e pernas na hora da transa.

9. Usar os pés no sexo
Você e/ou o par devem besuntar os pés com óleo de massagem e usá-los para brincar com o pênis, o clitóris, o períneo, os testículos e o ânus. Vale ainda beijar, mordiscar, lamber e sugar não só a planta dos pés como cada um dos dedos.

10. Vestir uma fantasia
Colocar uma roupa diferente com finalidades eróticas faz com que a imaginação voe longe. Você tem a chance, por exemplo, de interpretar uma personagem que não tem nada a ver com quem é fora da cama e, assim, transar de um jeito totalmente novo e diferente.

11. Transar em pé
O encaixe especial é capaz de proporcionar sensações diferentes e um orgasmo sem igual. Vale tudo: encostados na parede, no batente da porta ou apoiados em um móvel, com ele por trás, você no colo do cara, inclinada para a frente...

12. Experimentar um sex toy para casal
 Vibradores que podem ser compartilhados pelo casal ao mesmo tempo, inclusive durante a penetração, intensificam o sexo e proporcionam orgasmos mais poderosos.

13. Masturbar-se sem pressa
Tire alguns minutos (ou algumas horinhas) para si mesma e aproveite para a explorar toda a sua região genital com calma. Toque os pequenos e grandes lábios, em torno do clitóris, experimente tipos distintos de estímulo e ritmo ao dedilhá-lo e por aí vai. Se puder, faça tudo isso diante de um espelho e observe as mudanças em seu corpo conforme sente o clímax chegar.

14. Investir no sexting
Mensagens de texto repletas de sacanagem são uma mão na roda (ou onde você quiser) na hora de perder algum resquício de timidez ou pudor e revelar o que gostaria de fazer na cama. Além do mais, estimula as fantasias e aumenta o vínculo na relação.

15. Transar fora do quarto
Variar um pouco é bom e pode dar fôlego novo ao sexo. Fazer sexo no banheiro, no chão da cozinha, em cima da mesa da sala e até na varanda ajuda a deixar a transa mais quente e incita a criatividade para pensar em posições e encaixes.

iStock Images
Imagem: iStock Images

16. Criar uma pitada de voyeurismo
Sugestões: tocar-se na frente do par ou diante de um espelho grande, observá-lo se masturbar, tirar a roupa devagar, ir em casas de swing para olhar os casais transando...

17. Deixar o papai-mamãe mais excitante
E, de quebra, ganhar "aquele" estímulo no ponto G. É fácil: em vez de manter as coxas abertas e os joelhos dobrados, estique as pernas e deixe-as bem fechadas. Esse truque dá ao cara a impressão de que o pênis é agarrado com mais força pela vagina e, para você, a sensação de uma penetração mais funda e vigorosa. Você também pode colocar um travesseiro ou almofada sob os quadris -- essa elevação mínima é suficiente para aumentar o atrito e modificar o ângulo da penetração, proporcionando ainda mais prazer.

18. Turbinar o beijo na boca
Invista em balas refrescantes e géis bucais à venda em sex shops que esquentam e/ou esfriam a língua. Após beijos de tirar o fôlego, partam para o sexo oral. 

19. Sentir o ponto G vibrar
Entregue o mapa do tesouro ao parceiro: ele fica a uns três dedos do osso púbico, entre o útero e a entrada da vagina, há uma área enrugada parecida com o céu da boca, logo atrás dos dentes da frente. Pista extra: o ponto G fica meio inchadinho no momento da excitação. Use um vibrador específico, peça para o par encontrá-lo com o dedo ou, na hora do sexo, faça a posição do frango assado, em que o homem fica por cima e você abre as pernas.

20. Visitar um motel temático
Cenários medievais, suítes em estilo sadomasoquista, quartos com decoração indiana, ambientes que imitam bares, lanchas e até escritórios são algumas opções dos motéis brasileiros. Deixe o filtro da cafonice em casa e se divirta a valer.

21. Fazer sexo matinal
De manhã, há uma maior liberação de ocitocina, o chamado "hormônio do amor". Essa substância promove a sensação de bem-estar físico e emocional e faz com que o casal se sinta mais conectado. Além disso, as endorfinas liberadas na transa farão com que você fique de ótimo humor ao longo do dia.

22. Apostar numa pegada mais romântica
Jantar à luz de velas, toques mais delicados durante as preliminares, mais beijos na boca e uma decoração caprichada no quarto dão outro clima à relação.

23. Incrementar o 69
Em vez do clássico -- o cara por baixo e você por cima --, experimente inverter a posição. Se ficar incômodo tente de ladinho, variação que deixa as mãos livres para vocês se tocarem. Outra artimanha para tornar a técnica mais intensa é praticá-la no escuro.

24. Trazer uma terceira pessoa para a relação
Se o sexo a três é algo que lhe causa desconforto ou ciúme, não precisa ficar ansiosa. Você pode simular um ménage à trois com brinquedos eróticos -- partindo para uma dupla penetração, por exemplo, com o par e com o sex toy -- ou simplesmente fantasiando que tem outra pessoa com os dois na cama.

25. Imobilizar as mãos
Algemas são tudo de bom. A combinação da vulnerabilidade (para quem está preso) com a sensação de controle e poder (para aquele que prendeu) faz da experiência algo inesquecível.

26. Sentir mais prazer no oral
O segredo está no 68, uma versão mais "egoísta" do famoso 69. A diferença é que em vez do prazer simultâneo, cada um experimenta o deleite sozinho. Funciona assim: diga ao par para ficar deitado de costas, de barriga para cima, com os joelhos flexionados e os pés apoiados no colchão. Depois, com as pernas voltadas para a cabeça do cara, deite-se de costas sobre ele, posicionando a vagina bem na cara dele. O homem vai poder chupá-la com mais eficácia e, como também tem uma boa visão da região anal, é possível dar um beijinho grego lá.

27. Esquentar a transa com cosméticos sensuais
Óleos de massagem do tipo hot, géis lubrificantes que esquentam e velas comestíveis que derretem (sem machucar!) em contato com o corpo aumentam a circulação sanguínea do local e tornam o sexo, literalmente, mais picante.

Getty Images
Imagem: Getty Images

28. Praticar Slow Sex
Transar em um modo, digamos, desacelerado, não tem nada a ver com monotonia. Tirar a roupa mais devagar, trocar beijos suaves, fazer e receber carícias delicadas e deixar a penetração - também mais lenta - para o momento de maior excitação é um percurso com destino certo ao prazer máximo.

29. Brincar a dois com um bullet
A pequena cápsula vibratória permite inúmeras travessuras, desde percorrer cada zona erógena um do outro até, dependendo da posição, incrementar o efeito da penetração ao massagear o clitóris.

30. Dar um toque de fetiche ao sexo
Botas de cano longo, calças de couro, sapatos de salto do tipo agulha, fardas ou uniformes, máscaras... O leque de opções é amplo.

31. Estender o momento das preliminares
O desafio é bem claro: nada de pressa. Só parta para a penetração depois que a sessão de carícias a tiver deixado a ponto de subir pelas paredes.

32. Assumir o comando
Escolha uma posição em que você fica por cima do par -- cavalgar de costas é uma ótima para excitar o ponto G -- e aproveite para controlar o ângulo e o encaixe da penetração, bem como os movimentos.

33. Usar preservativos diferentes
Aposte na proteção divertida com camisinhas coloridas, texturizadas, com sabor de frutas ou bebidas, brilhantes no escuro, que oferecem maior sensibilidade e por aí vai.

34. Imitar uma cena tórrida de um filme
Sugestões: o oral de Ben Affleck em Rosamund Pike em "Garota Exemplar" (2014), o sexo gourmet entre Kim Basinger e Mickey Rourke em "9 1/2 Semanas de Amor" (1986), a transa no banheiro de "Infidelidade" (2002), a sequência na escada entre Viggo Mortensen e Maria Bello no suspense "Marcas da Violência" (2005), a cena de  Heath Ledger e Jake Gyllenhaal?? na barraca em "O Segredo de Brokeback Mountain" (2005), ou a de Adèle Exarchopoulos e Léa Seydoux em "Azul é a Cor Mais Quente" (2013).

35. Colocar os mamilos pra jogo
Peça ao par para assoprá-los, mordiscá-los, beliscá-los, puxá-los de leve, circulá-los com a língua. Na hora do sexo, prendedores de mamilo também podem dar uma sensação diferente, assim como massageá-los com um gel do tipo ice/hot.

36. Desbravar outros pontos sensíveis
O ponto G não é o único tesouro escondido no seu corpo. Com a ajudinha da masturbação, de sex toys e do empenho do parceiro, dá também para achar o ponto A, localizado bem no fundo da vagina, onde ele encontra o colo do útero, e o ponto U, que fica em volta da uretra, entre o clitóris e o canal vaginal.

37. Dedicar atenção extra ao clitóris
Segundo especialistas, 80% dos orgasmos femininos acontecem via estímulo ao clitóris. O jeito certo de excitá-lo é aos poucos: sozinha ou a dois, é preciso começar pelas bordinhas, com cuidado. Isso pode ser feito com um bullet, com o dedo lubrificado ou com a língua. Quando o clitóris começar a ficar mais cheio de sangue, durinho e visível é o momento ideal para ganhar uma ação mais intensa e contínua.

38. Ouvir música como fonte de estímulo
Escolhe a trilha sonora do seu gosto e tente ritmar o sexo conforme as batidas. Se você usar fones de ouvido, a experiência se torna mais forte. E tente, se possível, ouvir algo diferente, que não tenha a ver necessariamente com o seu estilo. Você pode se surpreender com a excitação que vai sentir.

39. Seduzir a si mesma
Antecipar o deleite do sexo deixa qualquer mulher superligada. Para a autossedução funcionar, 
acorde já pensando em sacanagem, antecipando tudo o que vai acontecer ao fim do dia ou à noite. Fantasie coisas que a deixem molhada de tesão, faça atividades que aumente o fluxo sanguíneo na área genital (ler um conto erótico ou ver algum vídeo pornô), masturbe-se e, principalmente, troque mensagens safadas com o par.

40. Lembrar que o períneo existe
Ao receber sexo oral, peça ao par para "mergulhar" naquela parte em que a vagina termina e se inicia o períneo, circulando a língua em toda a região. O períneo também é cheio de terminações nervosas que vão aquecê-la para o orgasmo.

41. Fazer sexo gourmet
Leite condensado, calda de chocolate, chantilly e frutas em pedaços são algumas guloseimas que podem dar um gosto a mais no sexo, assim como cosméticos sensuais comestíveis ou com sabor.

Getty Images
Imagem: Getty Images

42. Praticar a masturbação a dois
Sentem-se de frente um para o outro e se toquem mutuamente, olhando-se nos olhos e, claro, prestando atenção em na vibração causada por cada estímulo.

43. Conversar sobre sexo
A peça-chave para uma vida sexual saudável e prazeirosa é compartilhar fantasias, vontades, desejos, necessidades. Não tenha vergonha de pedir o que quer e de abrir o jogo sobre o que a incomoda ou pode melhorar.

44. Ter sexo "sujo"
O que significa? Nada de ducha ou aroma de banho recém-tomado. A proposta é que cada um sinta o cheiro natural do outro, a textura da pele, o aroma pós-sexo. Uma transa depois da academia é ideal para isso.

45. Ficar de olhos vendados durante a transa
Pode acreditar: a impossibilidade de enxergar costuma deixar os outros sentidos muito mais aflorados. E a antecipação de que carícia o par fará vai colocá-la a ponto de bala! Existe, ainda, a opção de os dois ficarem vendados.

46. Flertar com o universo BDSM
A sigla, vale lembrar, significa Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo. Uma ideia é brincar, alternadamente, de assumir os papéis de submissa(o) e dominador(a) na transa. Outra é usar uma pitadinha de violência -- consensual, é bom ressaltar -- para se excitarem, com normas e limites estabelecidos. Chicotes, palmatórias e arreios podem tornar o jogo mais sexy.

47. Escolher um cenário diferente
Não só fora do quarto como longe de casa, evidentemente: casa de amigos, hotel, rede em pousada, escada de incêndio, escritório, carro estacionado em drive-in... Desde que seja uma opção segura e que não infrinja a lei, tá valendo!

48. Tornar a penetração por trás mais gostosa
Uma sugestão é se deitar de barriga para baixo elevando um pouco o quadril, o que fica mais fácil se você usar um travesseiro ou almofada. Nessa posição, chamada de "pouso forçado", o homem encosta todo o seu corpo sobre o seu e pode mordiscar seus lóbulos ou falar sacanagens no seu ouvido.

49. Curtir os princípios básicos do sexo tântrico
E quais são eles? Olhos nos olhos e atenção à respiração. Ah, sim, a posição mais conhecida: sentem-se de frente um para o outro, inclinando-se levemente para trás e apoiando o peso nos braços. A penetração deve ser lenta, em movimentos circulares e suaves.

50. Fazer e receber uma massagem erótica
Uma boa sugestão é a tailandesa: sem o auxílio das mãos, usem outras partes do corpo - pernas, seios, pênis, vagina, cotovelos e até cabelos - para excitarem um ao outro. Um óleo do tipo ice/hot, que alterna sensações de frio e calor, torna a experiência mais sexy.

51. Ir numa balada liberal
Casas de swing ou festas fetichistas ajudam a apimentar a relação. Mesmo que vocês não interajam com outras pessoas, só fato de estarem em um lugar que exala -- literalmente! -- sexo já instiga a imaginação.

52. Criar um novo roteiro para as suas transas
Casais que estão juntos há um certo tempo costumam, às vezes sem perceber, seguir uma espécie de script sexual: jantarzinho, filminho, amassos no sofá, sexo oral, penetração. Tentem sacudir essa rotina invertendo a ordem das coisas ou criando novas configurações, como começar as preliminares no banho ou jantarem no chão da sala já sem roupas.

CONSULTORIA: Arlete Girello Gavranic, psicóloga e terapeuta sexual do Isexp (Instituto Brasileiro Interdisciplinar de Sexologia e Medicina Psicossomática), em São Caetano do Sul (SP); Bianca Santos, sex coach do Rio de Janeiro (RJ); Breno Rosostolato, psicólogo, educador sexual e cofundador do projeto de imersão para casais LovePlan; Carla Cecarello, psicóloga, sexóloga consultora do site C-Date e fundadora da ABS (Associação Brasileira de Sexualidade); Fernanda Pauliv, consultora e palestrante de sensualidade de Curitiba (PR); Juliana Baltazar, coach sexual de São Paulo (SP); Leila Cristina, terapeuta sexual e autora de "O Grande Livro do Amor e Sexo" (Ed. Literare); Priscila Junqueira, psicóloga especialista em Sexologia pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo) e autora do ebook "Sua Sexualidade"; Ricardo Vieira, consultor em saúde e educação sexual, do Rio de Janeiro (RJ); Samara Marchiori, psicóloga, sex coach e palestrante da marca de produtos sensuais Intt Cosméticos, e Tatiana Presser, psicóloga, sexóloga e autora do livro "Vem transar comigo" (Ed. Rocco)