menu
Topo

Pausa

Pare, respire e olhe o mundo ao redor


Família real pede que Meghan diminua sua agenda agitada durante a gravidez

Reprodução/Instagram
Meghan Markle Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

27/12/2018 11h13

Meghan Markle não vai parar de trabalhar até dar à luz seu primeiro filho.

Mas, se depender do staff real, a mãe de primeira viagem terá que cancelar alguns compromissos previstos para a segunda metade da gravidez. 

De acordo com o "Mirror UK", Meghan não fez alterações na agenda desde que anunciou a gravidez -- a não ser evitar visitas a países com risco de zika vírus -- e já estaria comprometida com mais de 600 projetos que envolvem, especialmente, educação e empoderamento feminino. 

Sua equipe de segurança, no entanto, parece mais reforçada. 

Em outubro, a duquesa foi tirada de um evento em Fiji às pressas por "riscos à segurança" e, em dezembro, durante um evento de moda em Londres, seus guarda-costas não permitiram que ela encontrasse com Kendall  Jenner.

Como é tradição na família real, a data do parto não foi divulgada, mas o bebê é esperado para a primavera (outono no hemisfério sul, ou seja, de março a junho) e deve nascer em um parto domiciliar na Frogmore House, em Windsor, para onde Meghan e príncipe Harry vão se mudar em janeiro

Mais Pausa