menu
Topo

Sexo


Não gosta de inovar no sexo? 5 motivos para não se preocupar com isso

Getty Images
Sexo; transar; transa; casal Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração com Universa

24/12/2018 04h00

Em uma realidade em que a todo momento surgem novos produtos e sex toys para o deleite feminino e em que quebrar tabus na cama parece ser a ordem do dia, gostar daquilo que conhece bem e que dá prazer pode causar um certo desconforto.

Será que você é conservadora ou não tem imaginação no sexo? Nada disso! Não há nada de mau em preferir o habitual, se é isso que lhe rende bons orgasmos, e as razões listadas a seguir comprovam isso.

1. Você sabe direitinho o que a faz ficar excitada

"Para saber o que a agrada na cama, isso significa que você conhece muito bem o seu corpo, já explorou cada pedacinho dele e testou, sozinha ou com alguém, as carícias, posições, e preliminares que lhe proporcionam as sensações agradáveis e muito prazer", comenta a terapeuta sexual Leila Cristina, autora de "O Grande Livro do Amor e Sexo" (Ed. Literare). Mais do que colocar em prática mil fantasias ou saber o Kama Sutra de cor e salteado, é a masturbação o ponto-chave para uma sexualidade saudável e promissora. "E, ao saber se tocar, você pode aproveitar e orientar o par para fazê-la entrar no clima. Não se trata de dar um passo a passo, mas de guiar ou apenas deixar seu corpo livre para expressar o que a agrada de fato e evitar fingir que curte certas coisas", fala a psicóloga Ellen Moraes Senra, especialista em terapia cognitivo- comportamental, do Rio de Janeiro (RJ).

2. Você goza com bastante frequência

Conforme Ellen gosta de lembrar, é cientificamente comprovado que o orgasmo libera uma série de hormônios que fazem bem para a pele, as unhas, o cabelo e principalmente para o humor e a satisfação pessoal. "Ou seja, você tem um 'remédio' muito útil ao seu alcance, seja através do sexo ou do próprio toque, o importante é chegar lá", diz. Então, se você costuma atingir o orgasmo em uma certa quantidade de vezes suficiente para aproveitar todos os seus benefícios, vale a velha máxima de "em time que está ganhando, não se mexe".

3. Você sabe que a realidade é melhor do que os vídeos pornôs

Se você sente uma certa paranoia por não curtir pornografia on line ou vídeos eróticos, não precisa se preocupar. Primeiro, porque cada pessoa se excita de um jeito e você não precisa se forçar a nada só porque as amigas gostam ou porque muitos caras sentem tesão com certas cenas. "Lembre-se: o filme deve ser apenas um estímulo e não um modelo a ser copiado", afirma Leila Cristina. "A pornografia é fictícia e feita para mexer com o nosso imaginário e despertar desejos, fetiches e afins. Porém, aquelas pessoas estão encenando, são pagas para isso. Não dá para comparar esse conteúdo com a realidade", diz Ellen.

4. Você é feliz do jeito que é

"Se aceitar de verdade é o primeiro passo para uma vida sexual saudável. Quem passa boa parte do tempo tentando esconder os defeitos que acredita ter não consegue focar no ato sexual em si e pode infligir insatisfação a si mesma e ao par, já que o mesmo pode sentir a tensão ou até mesmo ficar desconfortável ao ver que a mulher não relaxa", observa Ellen. Se você gosta do jeito que é e está satisfeita com o seu jeito de ser na cama, não precisa mudar nadica de nada.

5. Você sabe que, quando estiver a fim, vai partir em busca de novidades

Se você é uma pessoa sem amarras, pudores ou tabus, quando sentir necessidade - e por livre e espontânea vontade - com certeza vai procurar alternativas para quebrar a rotina da sua vida sexual. E aí poderá ousar, experimentar e conhecer diferentes produtos, brinquedos, pessoas, lugares o que achar que será bom para você. "Quando achar que precisa mudar, basta fazer uma reflexão. Seja honesta consigo mesma, avalie sua satisfação e veja se sua vida sexual corresponde à expectativa que tem dela. Se não estiver de acordo, mude. Você é livre para isso", conta Leila Cristina.