menu
Topo

Autoestima


Prima de Harry, princesa Eugene exibe cicatriz que a abalou na infância

Reprodução/DailyMail
princesa eugenie Imagem: Reprodução/DailyMail

Da Universa

22/12/2018 14h15

No dia de seu casamento, a princesa Eugenie deixou à mostra a cicatriz de uma cirurgia na coluna a qual foi submetida aos 12 anos. A marca, até então traumática para a princesa, se tornou símbolo de empoderamento. 
Segundo o portal de notícias britânico Daily Mail, a neta da rainha Elizabeth sofreu muito após a operação que a curou de uma escoliose.

Ela se sentiu vazia, mas, com o tempo, aprendeu a aceitar e não esconder a marca no principal dia de sua vida: quando subiu ao altar com Jack Brooksbank.

Apesar de decidida, Eugenie ficou assustada com a ideia de ser diferente. No entanto, seguiu em frente e optou por um vestido cavado nas costas que abrigou a cicatriz. Ao jornal Daily Telegraph, ela garantiu que as marcas são como memórias que contam a história do corpo, que mostram que ela sobreviveu e pode falar disso hoje. 

Durante a cirurgia, os médicos tiveram que reconstruir a coluna de Eugenie. Foram oito horas de operação, bastões de titânio foram inseridos na coluna. O médico que operou a princesa foi um dos convidados para a cerimônia.

"Quando soube da cirurgia, aos 12 anos, senti muito medo. Pensava: 'Eu vou poder praticar esportes? Vou poder brincar?'. Lembro que estava com raiva porque não podia correr nem me divertir. Foi um trauma para mim. Eugenie precisou usar colete por meses e a situação a tornou uma criança frágil. Ela relembra que rezava para que as afirmações dos pais e do médico, de que ela ficaria bem, se tornasse realidade. 

A princesa descobriu a importância de dividir a cicatriz com o mundo quando, no Royal National Orthopaedic Hospital, hospital do qual ela é patrona, conheceu uma garotinha que iria operar a coluna. "Mostrei minha cicatriz a ela e fui recebida com um sorriso enorme. Eu a motivei".