menu
Topo

Diversidade


Modelo acusa companhia aérea de lhe oferecer cadeira de rodas por ser surdo

Reprodução/Instagram
Nyle DiMarco Imagem: Reprodução/Instagram

da Universa, em São Paulo

21/12/2018 11h30

O modelo americano Nyle DiMarco, famoso também por suas participações nos reality shows "America's Next Top Model" e "Dancing with the Stars", além de reconhecido ativista pela inclusão da comunidade surda, expressou no Twitter sua revolta em relação à companhia aérea Delta.

Segundo Nyle, um funcionário da empresa teria lhe oferecido na terça (18) uma cadeira de rodas para transportá-lo do avião até a área de desembarque apenas por ser surdo.

"Não é um vídeo claro, mas aparentemente ser surdo em um aeroporto significa que preciso de cadeira de rodas", escreveu Nyle ao postar um vídeo que mostra a conversa entre ele e o funcionário, mas não expõem a identidade do trabalhador.

Em um tuíte posterior, o modelo comenta que o funcionário também teria ficado constrangido ao perceber o erro no procedimento da companhia. "Vocês deveriam ter visto a expressão no rosto deste cara, ele sabia que a Delta cometeu um erro imenso", observou. 

Após a repercussão das postagens de Nyle, que juntas já atingiram mais de 8 mil likes e 800 compartilhamento, a Delta respondeu a Nyle na rede social. 

"Olá, senhor DiMarco, minhas desculpas, mas acabei de ver seu vídeo. Sinto muito que tenha havido alguma confusão em relação ao seu itinerário. Por favor nos siga e mande por mensagem seu número de confirmação para que eu possa revisar e relatar sua experiência ao nosso time de liderança", dizia o texto.

Em comunicado à imprensa americana, a companhia aérea pediu desculpas "por um problema de comunicação que resultou que este cliente fosse oferecido uma cadeira de rodas no desembarque".

"Nós estamos trabalhando com nossos fornecedores do serviço de cadeiras de rodas para investigar o que ocorreu", afirmou ainda a empresa.