menu
Topo

Violência contra a mulher

Cyntoia Brown, vítima de tráfico sexual, deve ficar presa por 51 anos

Da Universa

08/12/2018 15h34

Cyntoia Brown, sentenciada a prisão perpétua após matar seu abusador de 43 anos quando tinha 16, teve nova decisão divulgada na última quinta (6) e a mulher deve ficar 51 anos na prisão, segundo a Suprema Corte do Estado do Tennessee.

Apoiada por celebridades como Kim Kardashian e Rihanna, a jovem, hoje com 30 anos, teve seu processo avaliado pela justiça federal desde junho. O tribunal aceitou a validez sobre ouvir alguns dos argumentos sobre o crime para uma avaliação justa do seu caso.

Veja também

Cyntoia admite ter atirado em Johnny Allen, em Nashville, nos Estados Unidos, quem ela alega tê-la forçado à prostituição. Além disso, a defesa já mostrou evidências que ela foi vítima de abuso físico, sexual e verbal, além de ter sido espancada, sufocada e ameaçada com uma arma.

O júri, no entanto, rejeitou o argumento de Cyntoia e apoiou o dos procuradores, que insistiram que a jovem queria roubar Allen. Por decisão unânime, a Suprema Corte do Estado decidiu que ela só poderá tentar uma soltura após permanecer presa por 51 anos, quando terá 69.