menu
Topo

Moda

Eleita "Mulher do Ano", Marina Ruy Barbosa diz: "Não faço nada pela metade"

Manuela Scarpa/Brazil News
Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News

Carolina Martins

Colaboração para Universa

03/12/2018 14h54

Em parceria com a Colcci, Marina Ruy Barbosa conversou com a Universa no evento de pré-lançamento da coleção outono/invernio da marca, em São Paulo, no último domingo (2).

A atriz, de 23 anos, que acaba de ser eleita a “Mulher do Ano” pela revista “GQ” disse carregar essa responsabilidade com felicidade, reforçando a importância de representar outras mulheres brasileiras.

Veja também

“É muita responsabilidade, é difícil dizer o porquê eu fui selecionada. Tem muitas mulheres no Brasil que me inspiram, sou fã, e diariamente fazem do país um lugar melhor. Então, assim, se eu represento um pouquinho dessas mulheres, já fico feliz. Acho que muito disso vem por conta do fato de que eu corro atrás dos meus sonhos”, afirmou.

Investimento no mundo da moda

Sobre a parceria com a Colcci, a “perfeccionista” Marina revelou participar do processo por um inteiro, desde a escolha dos tecidos até a chegada da primeira peça para a prova.

“Eu participo de todo processo, sou perfeccionista. Não consigo fazer as coisas pela metade! Eu me doo muito. Todo projeto que eu escolho é porque aquilo me desafia e instiga profissionalmente. Fazer essa coleção com a Colcci, que é uma marca tão incrível, é uma responsabilidade. Procuro participar de todo processo para ser verdadeiro. Escolhi os tecidos, modelagem. Vi a primeira peça para provar. Caimento, modelagem. Isso que me faz bem. Receber o feedback é muito importante”, contou.

Especial com Roberto Carlos

Por fim, a estrela da novela das 21h, “O Sétimo Guardião”, compartilhou a alegria por ter sido escolhida por Roberto Carlos para o seu especial de final de ano, em que cantará ao lado dele.

“Eu não canto, não sou cantora. Sou atriz! Mas cantar com ele é uma emoção. Eu fico arrepiada só de falar. É uma forma de fechar o ano, me sinto muito abençoada e grata por ser tão nova e ter tantas oportunidades. Eu cresci ouvindo Roberto Carlos, que é um ícone e um cantor incrível. Poder estar do lado dele e cantando, de alguma forma, mas mais me divertindo mesmo, é muito especial. Estou fazendo meu melhor para ter a melhor versão de mim. Não estou me pressionando para fazer uma grande performance, porque o rei é ele”, concluiu.