menu
Topo

Sexo

Aprenda 6 posições para fazer sexo em pé de um jeito mais gostoso

Melissa Baltazar/Universa
Sexo em pé pode ser uma delícia em várias posições Imagem: Melissa Baltazar/Universa

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

02/12/2018 04h00

Transar em pé tem vários benefícios: a pegada diferente, uma forma especial de encaixe, um jeito novo de os corpos se roçarem... O cinema explora muito as diversas variações da posição, o que contribui para que ela ganhe uma certa aura de "fetiche". Para tirar o máximo proveito, porém, é bom seguir alguns conselhos, como os da terapeuta sexual Leila Cristina, autora de "O Grande Livro do Amor e Sexo" (Ed. Literare). Confira:

1. Pendurada

Melissa Baltazar/Universa
Imagem: Melissa Baltazar/Universa

Você entrelaça as pernas na cintura do cara e ele a segura pelo bumbum. É um bom encaixe se ele for mais alto do que você. Dá para minimizar o esforço se você ficar encostada numa parede.

Veja também:

2. Por trás

Melissa Baltazar/Universa
Imagem: Melissa Baltazar/Universa

Você fica encostada na parede, de frente para ela, e o par a penetra por trás. É a preferida dos casais por ser fácil de fazer e por permitir tanto o sexo vaginal quanto o anal. Bônus: o homem pode estimular o clitóris ou os seus mamilos com as mãos. 

3. Apoio para o tórax

Melissa Baltazar/Universa
Imagem: Melissa Baltazar/Universa

Com o par atrás de você, apoie-se em uma mesa ou um sofá e incline o corpo para a frente. Essa postura não só é mais confortável para a mulher como faz com que o pênis entre mais fundo e alcance o ponto G

4. Carrinho de mão

Melissa Baltazar/Universa
Imagem: Melissa Baltazar/Universa

Essa é uma posição para quem tem mais coragem de apostar em coisas diferentes.

Você fica apoiada no chão com as mãos e deixa as pernas esticadas, enquanto o par a segura pelo quadril.

5. Dançarina

Melissa Baltazar/Universa
Imagem: Melissa Baltazar/Universa

A mulher levanta uma das pernas e apoia no quadril do homem, que segura sua coxa. É também uma posição que ajuda --e muito!-- a estimular o ponto G. Uma variação mais quente pode ser feita se você tiver boa elasticidade e conseguir esticar a perna e apoiá-la no ombro dele.

6. Cadeirinha

Melissa Baltazar/Universa
Imagem: Melissa Baltazar/Universa

É uma das posições mais bem exploradas pelos filmes eróticos, mas exige que o cara tenha bastante força nos braços para segurar a mulher pelas pernas, enquanto a penetra "empurrando-a" contra a parede. É mais indicada para as rapidinhas, porque requer pressão e velocidade. 

Dicas quentes

Locais: transar em pé pode funcionar em qualquer tipo de espaço --até mesmo na área de serviço, com os dois apoiados na máquina de lavar, dá certo. No box do banheiro, porém, é bom  que o homem não pegue a mulher no colo sob o risco de escorregar. O sexo em pé é uma alternativa quente para rapidinhas ou situações em que os dois correm o risco de ser pegos, como no banheiro da festa ou na escada corta-fogo.

Preliminares: se houver tempo para uma sessão de carícias, que tal aproveitar para fazê-la também em pé? O sexo oral, nessas circunstâncias, pode proporcionar sensações diferentes, assim como lambidas dos pés à cabeça.

Imprevistos: se a situação for um sexo express, melhor nem tirar a roupa toda. Em alguns casos, a diferença de altura entre os dois pode dificultar um encaixe perfeito. Se isso acontecer, o melhor a fazer é procurar um ponto de apoio para o tórax da mulher ou minimizar a diferença com degraus, por exemplo. Transar em pé nem sempre é fácil e sai como o esperado; às vezes acontecem micos como escorregões ou tropeções. Para os homens, o ideal é não tirar todo o pênis na hora do vaivém sob o risco de fraturas.