menu
Topo

Sexo

Vibrador: 6 coisas importantes que você deve fazer depois de usar o seu

Getty Images
Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração com Universa

30/11/2018 04h00

O vibrador pode ser o melhor amigo de uma mulher, já que além de proporcionar prazer a ajuda a conhecer bem o próprio corpo e o que lhe dá tesão. Para essa amizade dar certo, porém, é preciso tomar alguns cuidados básicos, principalmente após o orgasmo, como os listados a seguir.

1. Faça xixi

Sim, isso mesmo. Caso o vibrador seja utilizado na vagina, após o seu uso, é sempre importante urinar logo em seguida --a mesma dica vale para quando você transar com alguém. Essa ação evita que bactérias da vagina possam passar pela uretra e causem infecção urinária.

Veja também

2. Lave bem

Sempre se deve tomar cuidado com a higiene do aparelho, evitando infecções. De modo geral, é recomendado sempre lavar o sex toy com água e sabonete líquido neutro, antes e após o seu uso. Como existem diversos materiais e marcas diferentes, procure ler atentamente o manual de instruções sobre a melhor maneira de higienizá-lo. Nunca use álcool para limpar, pois pode estragar o material.

3. Guarde com cuidado

Só guarde o vibrador quando ele estiver bem seco, para não estragar o material. Deixe-o em um ambiente seco e fresco, separado de outros brinquedos eróticos e objetos. Existem alguns nécessaires antibactericidas destinados a esse fim, sabia? Jogar o amigo na gaveta pode deixá-lo coberto de poeira e sujeira. Que tal colocá-lo em uma caixa ou cobri-lo com um lenço? Outro ponto fundamental é evitar a exposição ao calor.

4. Não compartilhe

De maneira alguma! A não ser, obviamente, com o uso de preservativos. O vibrador pode transmitir algumas IST's (infecções sexuais transmissíveis) como HPV e sífilis, entre outras. O mais adequado é que cada pessoa utilize o seu próprio brinquedo.

5. Se usar no ânus, cubra-o com preservativo

De acordo com especialistas, alguns patógenos podem ficar impregnados no aparelho mesmo após a higiene, deslocando bactérias do trato intestinal para o trato genital e causando infecções. Não há tanto problema em utilizá-lo primeiro na região vaginal e depois no ânus, contanto que seja colocado preservativo antes dessa troca. Vale lembrar: caso necessário, utilize lubrificante para que o atrito com o aparelho não machuque.

6. Remova a bateria e as pilhas

A maioria dos vibradores tem a bateria embutida e são recarregados na tomada, mas não devem ser deixados conectados por muito tempo. Para os que vêm com bateria externa, é necessário removê-la quando não estiverem sendo utilizados, a fim de evitar a oxidação dela. Se funcionar com pilhas, retire-as e guarde-as separadas, também para não oxidarem. Sempre é bom checar se o brinquedo é à prova d'água. 

FONTES:
Caroline Melo Magnani, ginecologista da clínica Mais Excelência Médica, em São Paulo (SP), e
Nelly Kim Kobayashi, ginecologista, sexóloga e parceira da butique erótica Innuendo, em São Paulo (SP)