menu
Topo

Diversidade

Influenciadora sueca é acusada de "fingir" ser negra para ganhar seguidores

Reprodução/Instagram
Emma Hallberg Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

27/11/2018 12h54

A modelo sueca Emma Hallberg foi acusada pelos seguidores de "fingir" ser negra, escurecendo a pele com maquiagem, para conquistar mais curtidas e patrocínios no Instagram. 

Aos 19 anos, Hallberg é seguida por mais de 245 mil pessoas, que nas últimas semanas começaram a notar que sua pele parecia mais clara nas fotos. 

Veja também

"Eu pensei que ela fosse negra", escreveu um usuário do Twitter. "Ela é uma fraude", disse outro, que criticou: "Emma estava fingindo ser negra, várias páginas publicaram fotos dela por isso". 

Com a repercussão de algumas fotos suas mais antigas, em que aparecia com a pele mais clara e cabelo liso, Hallberg usou o Instagram para se explicar: "Sim, eu sou branca e nunca afirmei ser outra coisa", começou.

Reprodução/Instagram/eemahallberg
Imagem: Reprodução/Instagram/eemahallberg

Resgatando fotos da infância, Emma explicou que "bronzeia fácil" e que seu cabelo é naturalmente cacheado. Ela ainda mostrou fotos de seu pai, sua mãe e seu irmão para mostrar características como a cor da pele da família. 

"Uma das fotos foi tirada há dois anos, antes do verão, sem nenhuma maquiagem e cabelo liso. A outra é de julho, logo após as férias, com maquiagem. Eu venho sendo acusada de usar sprays de bronzeamento, tomar melanina, fazer permanentes e preenchimento labial. Nunca fiz nada disso". 

Por fim, a influenciadora disse que não ganha seguidores e patrocínios pela cor da pele, mas "pela forma como cria suas maquiagens e looks".