menu
Topo

Pausa

Pare, respire e olhe o mundo ao redor


Esculturas de R$ 75 mi retratando fetos causa polêmica por "nudez" no Catar

Da Universa

21/11/2018 15h30

No Catar, uma instalação feita na entrada do hospital Sidra, especializado em saúde feminina e infantil, está gerando polêmica (mais uma vez) no país ao retratar fetos. A obra é assinada pelo britânico Damnien Hirst.

No total, são treze esculturas com 14 metros de altura que simbolizam o desenvolvimento dos embriões dentro da barriga da mãe, mostrando seus estágios de evolução, desde o começo de sua formação até a chegada de um bebê recém-nascido.

Veja também

Avaliada em R$ 75 milhões, a instalação, intitulada "Jornada Milagrosa", foi inaugurada em 2013, mas ficou encoberta durante os cinco anos posteriores por expor figuras humanas nuas em um país islâmico.

"É a primeira escultura nua no Oriente Médio", declarou Damnien Hirst ao "Doha News".

De acordo com o veículo, a ideia da família proprietária do hospital é transmitir uma imagem de modernidade e abertura do país árabe.

Mais Pausa