menu
Topo

Diversidade

Mulher trans disputa torneio de fisiculturismo em categoria feminina no Rio

Reprodução
Priscila Reis disputou ao lado de mulheres cis torneio local de fisiculturismo Imagem: Reprodução

11/11/2018 19h50

A carioca Priscila Reis, 26, é tida como a primeira mulher trans brasileira a participar de uma competição na categoria feminina. Priscila ficou em 2º lugar em torneio realizado em outubro no Rio de Janeiro.

Vice campeã de fisiculturismo no Mr. Saquarema, Priscila também é graduada em Moda e trabalha como gerente da oficina de mecânico do pai em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Veja também

A direção exigiu que Priscila apresentasse uma dosagem menor de testosterona para competir com outras mulheres. Assim, a atleta foi autorizada pela IFBB Rio (Federação Fluminense de Fisiculturismo e Fitness).

Divulgação
Priscila durante torneio em Saquarema, no Rio de Janeiro Imagem: Divulgação

Diferentemente de competições como levantamento de peso, no fisiculturismo a avaliação feita de acordo com a “harmonia” dos músculos -- e o tamanho avantajado deles. Priscila começou a transição de gênero aos 18 anos, e já participou de concursos para dançarina no Rio de Janeiro.