menu
Topo

Autoestima

Zoë Kravitz lembra infância: "Me sentia uma aberração com crianças brancas"

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

07/11/2018 14h51

Estampando a capa da revista “Elle”, Zoë Kravitz relembrou as dificuldades que enfrentou por ser uma criança negra criada em uma comunidade branca.

Filha do cantor Lenny Kravitz e da atriz Lisa Bonet, Zoë detalhou alguns dos momentos que viveu na infância, principalmente na escola, onde se sentia uma “aberração” ao lado dos colegas – em sua maioria brancos.

Veja também

“Foi um tempo difícil para alguém que estava tentando descobrir sua personalidade. Eu fui para uma escola particular em Miami cercada de crianças ricas e principalmente brancas. Eu me sentia como uma aberração porque meu cabelo era diferente dos deles e as crianças se aproximavam e diziam: ‘posso sentir seu cabelo?”, conta.

“As coisas que me faziam diferentes das outras crianças eram o que eu não gostava sobre mim mesma. Eu queria ter o cabelo liso para lembrar as pessoas que eu era metade branca.”

Zoë, de 29 anos, cita ainda a brasileira Adriana Lima, com quem Lenny Kravitz namorou, como uma imagem forte na sua infância.

“Eu passei por uma fase bem estranha. Era pequena e negra, cercada por garotas altas com peitos e loiras. Meu pai na época namorava supermodelos, então eu acordava e dava de cara com Adriana Lima, por exemplo. Eu não tinha a beleza como uma muleta, sou grata por isso porque tive que desenvolver minha personalidade”, conclui.