menu
Topo

Casamento

6 ilusões que as pessoas alimentam sobre o casamento, mas deveriam parar

Getty Images
Chega de acreditar em algumas coisas que te ensinaram sobre casamento Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração com Universa

01/11/2018 04h00

Por mais que os costumes mudem e acabem com certas expectativas a respeito de relacionamentos, o peso de crenças românticas fomentadas ao longo do tempo contribuem para que fantasias ainda tomem conta das pessoas por aí. Veja alguns exemplos de ideias sobre o casamento que deveriam ser extintas --para o próprio bem das uniões:

Ilusão 1: As pessoas vão ser do mesmo jeito ao longo dos anos

Como vamos nos modificando ao longo do tempo, é óbvio que a relação também muda. "O casamento vem acompanhado da vida, então a imprevisibilidade também faz parte dele", diz Gabriela Malzyner, mestre em Psicologia Clínica pela PUC/SP (Pontifícia Universidade de São Paulo) e psicanalista pelo Instituto Sedes Sapientiae, em São Paulo (SP).

Veja também

Segundo Gabriela, podemos tentar planejar nossas ações e até as vontades, mas a vida contém um ingrediente fundamental que é a surpresa. "Por isso é importante que o casal possa se apoiar frente aos imprevistos inerentes à existência", declara. Marina Vasconcellos, psicóloga, terapeuta familiar e de casal pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), lembra que os interesses e os objetivos vão amadurecendo, o que dificilmente faz com que sejamos as mesmas pessoas depois de 15 ou 20 anos de casamento. "O ideal é que sempre os dois evoluam na mesma direção, com valores alinhados, para permanecerem juntos, mas, às vezes, isso não acontece", afirma.

Ilusão 2: Sempre terão uma casa perfeitinha e arrumada

Essa meta depende, é claro, do perfil de cada casal. Mas uma casa que tem vida não é igualzinha às fotos que você vê no Pinterest. "As pessoas são ativas: vão e vem, trabalham, estudam, entram e saem, recebem pessoas, nem sempre têm tempo para deixar tudo em ordem...", diz Carmen Cerqueira Cesar, psicoterapeuta e terapeuta de casais, da capital paulista. "Os extremos são ruins, pois uma casa bagunçada demais também dificulta a vida. É gostoso ter uma casa arrumada, mas não precisa estar impecável o tempo todo", fala Carmen. "É melhor ter o afeto e abrir mão do lar ideal para aprender a viver de fato e a conviver com o real", pontua a psicóloga e terapeuta de casal Sandra Samaritano, de São Paulo (SP).

Ilusão 3: O "fogo" inicial vai se manter

Segundo a psicóloga Marina Simas de Lima, no início do namoro e do casamento, vive-se o desafio da conquista, levando em consideração que muita coisa pode vir a ser uma novidade. "O encantamento depois do casamento nem sempre se mantém, porque é natural o casal cair em uma zona de conforto. Deixa- se o sexo para o dia seguinte, para a semana seguinte e, com o tempo, alguns casais podem perder a intimidade", comenta a especialista, que atua como consultora de relacionamento do Match Group LatAm, detentor dos aplicativos e sites de relacionamento. Sexo: quanto mais se faz, mais se quer fazer. Para isso, a dica de Marina Vasconcellos, da Unifesp, é provocar situações para reviver os tempos de namoro e combater o comodismo. "Dormir num motel, por exemplo, ou se inspirar em filmes eróticos e procurar novas fantasias", diz.

Ilusão 4: Os dois nunca vão dormir brigados

Em algum momento, vão, sim. "As pessoas também sentem raiva de quem amam, isso é normal e faz parte da vida. Muitas vezes os dois não concordam e, num determinado momento, não conseguem se entender", avisa Carmen. De cabeça quente e com os nervos à flor da pele, podem, sim, dormir brigados e até mesmo separados. O ideal é usar essa noite terrível para se acalmarem, refletirem, ponderarem e, no dia seguinte, mais tranquilos, conversar sobre o ocorrido, se desculparem e compreenderem as razões de cada um.

Ilusão 5: Ter filhos? Somente quando estiverem preparados

Por mais que esse momento seja planejado, nem sempre as coisas saem conforme o esperado. "E, se pensarem muito, vão achar que nunca estarão preparados, porque nunca tiveram essa vivência antes, será tudo novo", observa Carmen. E, afinal de contas, o que significa estar preparado? Claro, pode-se esperar uma mudança de emprego ou de residência, ter estabilidade financeira, viajarem bastante juntos antes... Porém, às vezes, a gravidez acontece e a própria experiência em si faz com que as pessoas se reinventem e se descubram mães e pais. Não dá para se prevenir de tudo, esperando o momento exato para isso.

Ilusão 6: Depois que casar, você vai ser feliz de verdade

"Doce ilusão", diz Marina Vasconcellos. "Se você já não for feliz antes, se já não tiver uma vida em que você se gosta, se respeita e valoriza, dificilmente vai conseguir ser feliz ao lado de alguém", avisa a psicóloga. Ninguém deve partir para um passo mais sério no relacionamento se a única finalidade, ou o objetivo principal, for jogar a responsabilidade pela própria realização sobre os ombros de outra pessoa. Isso só depende de você e as chances de a relação naufragar sob esses termos é enorme.