menu
Topo

Política

Após abrir mão de status, princesa japonesa se casa com plebeu no Japão

REUTERS
Ayako de Takamado Imagem: REUTERS

Da Universa

29/10/2018 14h27

A princesa Ayako, 28, parte da família real japonesa, abriu mão do seus status nobre para poder se casar com o plebeu Kei Moriya. A cerimônia aconteceu nesta segunda-feira (29) no famoso Santuário Meiji, em Tóquio. Cerca de mil pessoas compareceram à união do casal aos gritos de "Banzai", que significa desejos de uma vida longa.

Ayako apareceu com vestimentas tradicionais do Japão, usando um quimono de uchiki amarelo claro bordado com flores cor-de-rosa e folhas verdes e um hakama roxo escuro - calças plissadas de pernas largas que vão até os tornozelos. Seu quimono possui um estilo e design ao usado por sua irmã, Princesa Noriko, quando se casou com Kunimaro Senge em 2014.

Veja também

Filha mais nova da família, Ayako estava submetida às leis imperiais do Japão que define que mulheres da família real perdem seus títulos, status e pensão se optarem por se casar com alguém que não tenha laços familiares reais ou aristocráticos. A mesma regra, entretanto, não se aplica a membros masculinos da família real.

Ao ter se casado com Moriya, de 32 anos - um funcionário da empresa de transporte marítimo Nippon Yusen KK - a princesa renunciará ao seu status de realeza e receberá uma quantia de US $ 950 mil (cerca de R$ 3 milhões) do governo japonês para custear as despesas, como reportou a "CNN".

A cerimônia em si foi bastante discreta, aberta apenas para familiares mais próximos e amigos. O casal, por sua vez, chegou a falar com a imprensa após a cerimônia. "Eu gostaria de apoiá-la com firmeza e, de mãos dadas, construir uma família feliz com muitas risadas", disse Moriya. "Estou impressionada com o quão abençoada eu sou. Vou deixar a família imperial hoje, mas permanecerei imutável em meu apoio por sua majestade e sua majestade”, acrescentou Ayako.