menu
Topo

Universa

Mãe perde luta contra câncer após recusar parar a gravidez para tratamento

Reprodução/GoFoundMe
Imagem: Reprodução/GoFoundMe

Da Universa

18/10/2018 21h11

Gemma Nuttal, de 29 anos, faleceu depois de recusar tratamento médico para combater o câncer enquanto estava grávida de sua primeira filha.

De acordo com a “People”, a britânica foi diagnosticada com câncer de ovário em 2014, na 16ª semana de gestação.

Veja também

Na época, os médicos responsáveis pelo tratamento ofereceram a possibilidade de interromper a gravidez para tratar do tumor, no entanto Gemma recusou a cirurgia e adiou o início da quimioterapia para depois que o bebê nascesse.

A doença acabou se agravando a ponto de ser necessário fazer uma cesariana para o nascimento de Penelope, na 36ª semana de gestação. Nesse momento, o tumor já estava grande demais e uma intervenção cirúrgica era uma questão de emergência para o bem-estar tanto da mãe como da filha.

"Eles a mantiveram acordada para que pudesse ver sua filha, bonita, mas pequena, Penélope, chegar ao mundo. Depois disso ela foi sedada novamente para ter o tumor removido”, contou Helen Sproates, mãe de Gemma.

Reprodução/GoFoundMe
Imagem: Reprodução/GoFoundMe

Gemma passou as semanas seguintes na UTI, onde descobriu que a doença havia se espalhado para o colo do útero. Após o tratamento com quimioterapia, radioterapia e outra cirurgia para remover o novo tumor, ela ficou livre do câncer.

A situação ficou “estável” até dois anos depois, em 2016, quando um exame acusou a presença do câncer no cérebro e pulmão. Foi quando sua família iniciou sua campanha para arrecadar dinheiro para um tratamento experimental contra a patologia.

Na época, os atores Kate Winslet e Leonardo DiCaprio contribuíram na iniciativa para ajudá-la, arrecadando cerca de US$ 1,35 milhão, aproximadamente R$ 5 milhões.

Após passar por uma imunoterapia, por meio desse tratamento experimental, Gemma ficou livre do câncer. No entanto, em 2018, novos exames acusaram o retorno da doença na coluna e, posteriormente, novamente para o cérebro e pulmão.

"É com um coração completamente partido que tenho que lhe dizer que toda a minha linda guerreira perdeu a batalha esta manhã. Nós lutamos muito, mas não conseguimos mais fazer isso - eu sou uma mãe muito orgulhosa, mas devastada agora. Durma bem, Gemma. Meu mundo nunca mais será o mesmo”, escreveu Helen ao se despedir da filha por meio das redes sociais.

Mais Universa