menu
Topo

Política

Candidata a presidente cria o Partido Sexual do Quênia: "Estilo diferente"

Reprodução/YouTube
Imagem: Reprodução/YouTube

Da Universa

17/10/2018 15h56

Candidata à Presidência da República, Kingwa Kamencu está ganhando as manchetes ao anunciar a criação do Partido Sexual do Quênia na cidade africana.

Em entrevista ao “Nairobi News”, a escritora afirmou que pretende suceder o atual presidente, Uhuru Kenyatta, ao concorrer para o cargo nas próximas eleições locais, que acontecerão em 2022.

Veja também

“Eu sempre estive na política, só que meu estilo de fazer as coisas é diferente do resto dos políticos”, comentou.

Kingwa começou a ganhar destaque na imprensa em setembro de 2011, aos 27 anos, depois de anunciar seu interesse em concorrer à presidência. Na época, ela pediu aos quenianos que parassem de usar roupas íntimas.

"Eu escolhi o nome [Partido Sexual do Quênia] porque todos nós sabemos que sexo é o que leva ao nascimento e o que estamos fazendo é dar à luz novas ideias", defendeu.

A candidata disse que, ao contrário de outros políticos que distribuíam folhetos e participavam de grandes comícios, tudo o que ela está fazendo é "mobilizar as pessoas e ajudá-las a pensar grande".