menu
Topo

Diversidade

Bruno Gagliasso diz ter se conscientizado sobre racismo após adotar Titi

Instagram/gio_ewbank
Bruno Gagliasso e Titi Imagem: Instagram/gio_ewbank

da Universa, em São Paulo

12/10/2018 12h50

Para Bruno Gagliasso, a adoção da filha, Titi, de 5 anos, foi transformadora: o ator acredita que se conscientizou a respeito de questões que envolvem o racismo após a chegada da menina em sua vida e na da mulher, Giovanna Ewbank. 

Após compartilhar uma foto da filha em seu Instagram nesta quinta (11), Bruno recebeu uma pergunta de uma seguidora.

Veja também

"Bruno, você acha que a adoção da Titi fez você olhar para assuntos como racismo, homofobia, machismo, com outros olhos?", escreveu a usuária. O ator então respondeu:

"Sem dúvidas. Fico triste que tenha sido tão tarde e me culpo por isso. Vivendo e aprendendo sempre!"

Reprodução/Instagram
Bruno Gagliasso fala sobre a adoção de Titi Imagem: Reprodução/Instagram

Em julho, Bruno se retratou publicamente por uma série de tuítes preconceituosos e homofóbicos que publicou em 2009.

"Respondo com minhas ações e atitudes por quem já fui em 2009", disse na época. As postagens foram recuperadas depois que o ator pediu um boicote de marcas e internautas ao youtuber Júlio Cocielo, que também havia feito comentários preconceituosos nas redes.

Alguns seguidores aproveitaram para o parabenizar pelo novo posicionamento. "Nunca é tarde demais", escreveu uma fã. "A visibilidade que você dá a essas lutas é muito importante".

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!