menu
Topo

Diversidade

Mulher aciona a polícia após perseguir babá negro com duas crianças brancas

Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

Da Universa

10/10/2018 15h50

Corey Lewis recorreu ao Facebook para mostrar um ataque racista do qual foi vítima no último domingo (7) no estado da Geórgia, Estados Unidos. Na ocasião, ele trabalhava como babá de duas crianças brancas e foi perseguido por uma mulher que viu “estranheza” na situação.

De acordo com o “BuzzFeed News”, Corey estava cuidando do casal de crianças, quando eles decidiram parar em uma loja para comer sanduíches.

Veja também

Intimidação

Enquanto terminavam a refeição, o babá e a garota entraram no carro, enquanto o irmão dela terminava seu lanche fora do veículo para não o sujar com a comida. Foi quando uma mulher, desconhecida, decidiu intervir perguntando se as crianças estavam bem.

“Eu fiquei surpreso com a situação e respondi: ‘por que eles não estariam?’. Então ela me disse que a situação estava ‘estranha’; e eu fiquei tipo: ‘eles estão bem’”, disse ele ao “BuzzFeed News”.

Corey contou que após essa conversa, a mulher ainda ficou dando voltas no estacionamento em que eles estavam e, depois de um tempo, voltou ao carro para certificar se a menina sabia quem era ele, pedindo para que ela descesse do carro para que elas pudessem conversar.

“Eu respondi que ela não faria isso, então a mulher ficou irritada, ameaçou suspender minha licença de motorista e chamar a polícia. Então eu disse: ‘ok’ e ela saiu de perto”, continuou.

Perseguição

Assim que o menino terminou de comer o sanduíche, os três foram até um posto de gasolina para encher o combustível; e a mulher que havia o intimidado os seguiu até lá, estacionando próximo a eles.

“Tudo isso aconteceu porque eu estava com duas crianças que não se pareciam comigo no banco de trás do meu carro. Isso é bem louco. Estamos em 2018 e ainda temos que lidar com isso. Eu não posso sair com duas crianças diferentes de mim sem isso parecer ‘estranho’”, comentou ele no vídeo postado no Facebook.

Contato com polícia

A situação se estendeu até a casa de Corey, até onde a mulher o seguiu e chamou a polícia, alegando “comportamento suspeito” do babá: “Vamos ver o que o que os policiais têm a dizer sobre isso”, questiona ele em outra gravação compartilhada no Facebook.

Corey diz ter tomado a iniciativa, ao ver o carro das autoridades se aproximando do seu, e perguntou o que estava acontecendo. Logo em seguida, disse estar sendo perseguido pela mulher que os acionou.

A situação foi explicada ao policial, que averiguou os fatos com as crianças. Como é possível ver no vídeo abaixo:

“Eu trabalho com crianças brancas todos os dias e mesmo que você sempre ouça relatos como esse, é desmoralizante quando acontece com você. O único lado bom sobre isso é que levanta uma discussão sobre a qual precisamos continuar falando”, concluiu Corey ao “BuzzFeed News”.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!