menu
Topo

Relacionamentos

Mulheres que tomam iniciativa em apps ganham 15% menos respostas que homens

Istock
Imagem: Istock

da Universa, em São Paulo

28/09/2018 15h59

Os papéis mais tradicionais de relacionamento prevalecem mesmo entre quem usa aplicativos e plataformas de relacionamentos. A conclusão é de uma pesquisa conduzida pelo Oxford Internet Institute, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, em parceria com o site de namoro eHarmony, publicada nesta quinta (27).

Após analisar mais de 150 mil perfis de usuários do eHarmony ao longo de dez anos, os autores conseguiram identificar padrões e mudanças de comportamento entre os solteiros.

Veja também

Apesar de as discussões sobre igualdade de gênero e o uso de aplicativos terem crescido na última década, o estudo concluiu que o número de homens iniciando o papo nestas plataformas cresceu expressivamente no período — de 6% em 2008 a 30% em 2018.

Além disso, quando elas tomam a iniciativa, recebem 15% menos respostas do que eles.

Ainda segundo o estudo, solteiros em geral estão menos preocupados com a escolaridade e o salário do possível parceiro, mas estas informações ainda são mais importantes para mulheres do que homens.

Entre os perfis que têm boas performances, ou seja, conseguem conquistar possíveis novos parceiros, os autores descobriram que, para os homens, ter uma foto de perfil fez a diferença na hora de conquistar o date. Ser percebido como 'atlético', 'agradável' e 'altruísta' também contou pontos.

Estas últimas qualidades, aliás, também indicam sucesso para as mulheres. No entanto, se elas demonstrarem ansiedade ou tristeza, acabam derrubando suas chances de sucesso.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!