menu
Topo

Autoestima

Níveis de felicidade entre garotas e jovens mulheres caiu na última década

iStock
Imagem: iStock

da Universa, em São Paulo

21/09/2018 12h32

As meninas e jovens mulheres andam mais infelizes -- e a principal fonte de desconforto entre elas está nas redes sociais.

A conclusão é de uma pesquisa da Girlguiding, a principal organização filantrópica focada no bem-estar de mulheres no Reino Unido, que ouviu 1.903 garotas entre 7 e 21 anos no período de março a maio deste ano e comparou os resultados com aqueles obtidos em uma pesquisa semelhante organizada por eles em 2009.

Veja também

Segundo o estudo publicado nesta quinta pelo jornal britânico "The Independent", apenas 25% das entrevistadas se descreveriam como "muito felizes". Em 2009, 41% deram uma resposta semelhante. 59% das garotas entre 11 e 21 anos apontaram as redes sociais como uma das maiores causas de estresse entre mulheres de sua idade.

69% atribuem à pressão de fazer provas o papel de seu maior vilão emocional. Metade ainda das participantes na mesma faixa etária afirmou que o sentimento de infelicidade acaba impactando sua saúde física. 

Uma ativista pela saúde mental e membro da Girlguiding de apenas 17 anos, identificada como Izzy, afirmou ao "The Independent" que acredita que a pesquisa também seja reflexo da maior liberdade que as mulheres sentem hoje para expressar problemas emocionais pelos quais estejam passando.

"Mas o fato de que apenas 60% das garotas sentem que suas vozes são ouvidas demonstra que mais precisa ser feito para garantir que os problemas levantados por garotas e jovens mulheres sejam levados a sério."

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!