menu
Topo

Diversidade

Cantora Pepê defende sua orientação sexual: "luto pelos meus direitos"

Reprodução/Instagram
Pepê, da dupla com Neném, com os filhos Imagem: Reprodução/Instagram

da Universa, em São Paulo

21/09/2018 09h49

Depois de recentemente relatar um episódio de racismo que sofreu, Pepê, da dupla com Neném, defendeu nas redes sociais sua orientação sexual.

Sou mulher, sou livre, lésbica, guerreira, Brasileira, luto pelos meus direitos! Prazer, eu me chamo orgulho", escreveu a cantora em seu Instagram nesta sexta (21).

Veja também

Nos comentários, algumas seguidoras agradeceram Pepê por empoderá-las e dar voz à comunidade LGBT com seu posicionamento. "Representa, mana", escreveu uma, enquanto outra respondeu: "me orgulho de você". 

Em agosto, a cantora falou sobre Luciana Gimenez sobre o seu processo de descoberta da própria sexualidade, ainda na infância.

"Com 8 anos, você já sabe que gosta 'daquilo'. Tenho 43 anos e sou virgem até hoje, nunca tive um homem e não quero. Gosto de meninas", afirmou no "Superpop", da RedeTV!.

Pepê é casada com Thalyta Santos, com quem tem filhos gêmeos, Enzo Fabiano e João Gael, de 1 ano e 7 meses.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!