menu
Topo

Diversidade

Abertura do Emmy 2018 critica falta de diversidade e o assédio em Hollywood

Kevin Winter/Getty Images
Imagem: Kevin Winter/Getty Images

Da Universa

17/09/2018 21h47

Durante a abertura do Emmy 2018 nesta segunda-feira (17), vários artistas se reuniram no palco da premiação para fazer diversas críticas a falta de diversidade em Hollywood.

Os apresentadores Colin Jost e Michael Che citaram inicialmente a repercussão do #MeToo, dizendo “ser uma alegria estar com pessoas que não estão presas nessa noite” – fazendo referência aos diretores e atores acusados de assédio sexual.

Veja também: 

Além disso, Kristen Bell, Kenan Thompson, Ricky Martin, Tituss Burgess, RuPaul Charles, Sterling K. Brown, Kate McKinnon e John Legend protagonizaram uma performance, deixando um recado em defesa da variedade de etnias e gêneros dentro da premiação. Veja:

Vale lembrar que nesse ano Sandra Oh se tornou a primeira mulher de origem asiática indicada à categoria de melhor atriz em 70 anos de Emmy Awards pelo seu trabalho na série "Killing Eve".

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!