menu
Topo

Mães e filhos

Chrissy Teigen diz que comer placenta a ajudou a evitar depressão pós-parto

Getty Images
Chrissy Teigen Imagem: Getty Images

da Universa, em São Paulo

14/09/2018 13h28

Depois de passar por um período difícil após o nascimento da primeira filha, Luna, 2 anos, em que lutou contra a depressão pós-parto, Chrissy Teigen recorreu a um método pouco convencional para se manter saudável emocionalmente.

A modelo acredita que ter comido a placenta resultante de sua gestação do segundo filho com o músico John Legend, o menino Miles, de 4 meses, a ajudou a prevenir que ela passasse pela mesma experiência novamente.

Veja também

Durante sua aparição no programa "CBS Sunday Morning", que irá no ar no domingo (16) e ao qual a revista "People" teve acesso, Chrissy respondeu com bom humor à reação da apresentadora Rita Brayer, que duvidou no ar se o método realmente funciona.

"Mesmo?", riu Chrissy. "Não é uma coisa normal? Eu vivo em Los Angeles, é muito normal. Eles a colocam na grelha por lá, você pode provar um pouco da minha depois". 

Apesar do sucesso dos seus ensaios de maiô e biquíni para a revista "Sports Illustrated", o último clicado dez meses após a chegada de Luna, a modelo afirmou que ter novamente o corpo pelo qual ficou conhecida não é mais uma prioridade para ela.

"Eu realmente prefiro ser feliz e poder comer as coisas que eu amo, ainda querendo ser saudável. Mas eu não me importo mais em estar bonita em um maiô ou biquíni. Acho que essa é a única coisa a dizer", garante.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!