menu
Topo

Violência contra a mulher

Do possessivo ao violento: os 8 boys lixo de "Segundo Sol" para ficar longe

TV Globo/Divulgação
Homens da ficção que são bem reais Imagem: TV Globo/Divulgação

Amanda Serra

Da Universa

11/09/2018 07h00

Com diversas cenas engraçadas e bordões que não saem da cabeça, como o famoso "marisqueira", a novela "Segundo Sol" também reúne alguns boys lixo que toda mulher deveria fugir. Homens machistas, passivos agressivos, ciumentos, egoístas, possessivos, desleais e abusivos.

Algumas das atitudes, inclusive, poderiam acabar em feminicídio, como a cena em que Remy (Vladimir Brichta) ameaça jogar Karola (Deborah Secco) da sacada. Claramente um caso de violência contra mulher. Veja abaixo mais exemplos e fique ligada para manter os embustes longe:

Severo

Reprodução/GShow/Segundo Sol
O ator Odilon Wagner como Severo Imagem: Reprodução/GShow/Segundo Sol

Manipulador: o empresário mantém um caso com Zefa (Claudia Di Moura) há anos, mas é incapaz de assumir o relacionamento deles por conta de seu preconceito racial e também de classe, já que ela é empregada doméstica de sua casa. Além do preconceito (que já é terrível), o arquiteto é daqueles que só tem olhos para seus próprios sentimentos e interesses. Ressaltar o quanto se sente superior é uma ferramenta muito utilizada por ele. É do tipo que faz chantagem psicológica com a parceira e finge estar envolvido, mas, na verdade, só se preocupa em manter as aparências.

Veja também

Remy

Reprodução/Instagram/TV Globo
Remy e Karola em "O Segundo Sol" Imagem: Reprodução/Instagram/TV Globo

Possessivo e abusivo: vilão declarado da trama, o empresário vive uma relação bem conturbada com a amante Karola. Mas não é porque ela tem um caráter questionável que as atitudes dele se justificam. Recentemente, ele obrigou, sob chantagem, a empresária a fazer striptease e sexo com ele. A cena foi bem violenta, já que não tinha o consentimento de uma das partes. A atriz Deborah Secco comentou o episódio: "Pode até ter existido quem se divertiu com a dor dela, ter achado que ela merecia, mas a maioria me perguntou se eu tinha enxergado a violência da cena. Claro que enxerguei. É violência, sim. É absurdo, sim. É difícil de assistir, sim", disse ela. Outro episódio: quando Remy ameaça jogar Karola da sacada do apartamento e, logo depois, a amarra com diversos fios e coloca um canivete em sua boca. Minutos antes, Remy disse que amassaria a cabeça da personagem com uma barra de ferro. 

Dodô

Mauricio Fidalgo/TV Globo
José de Abreu como Dodô (à dir.) Imagem: Mauricio Fidalgo/TV Globo

Falso moralista: o grande patriarca da família Falcão, Dodô, vivido pelo ator José de Abreu, adora defender a moral e os bons costumes, mas manteve um relacionamento com Gorete (Thalita Carauta) mesmo casado com Naná (Arlete Salles). Quando o caso veio à tona, Dodô tentou escapar das acusações e demorou para assumir seu erro, se fazendo de vítima. 

Ícaro

TV Globo
Ícaro (Chay Suede) Imagem: TV Globo

Boy magia fake: o personagem de Chay Suede é puro sex appeal. No entanto, o garoto de personalidade forte costuma ser bem egoísta quando o assunto é sentimento e, por vezes, agressivo também. As brigas com Rosa (Letícia Colin) costumam ser carregadas de frases humilhantes. "Trambiqueira", "pistoleira", "está dando golpe da barriga" são algumas das ofensas. Vamos combinar que isso não se faz?

Roberval

Reprodução/Globo
Roberval (Fabricio Boliveira) agride Cacau (Fabiula Nascimento) Imagem: Reprodução/Globo

Psicopata: o empresário tem problemas sérios de relacionamento e, também, psicológicos. O personagem de Fabrício Boliveira não aceita o fato de Cacau (Fabíula Nascimento) não ser apaixonada por ele e tem atitudes para lá de abusivas, violentas e controladoras. Após descobrir a traição da noiva, ele agrediu a futura mulher no altar da igreja, rasgou sua roupa e a humilhou na frente de todos. Sem contar o jeito sufocante, cercando sempre a namorada em seu trabalho, em sua casa com a desculpa de estar "dando a atenção" com presentes caros e mordomias. Após separar a ex do amante Edgar (Caco Ciocler), Roberval se mantém inconformado com o término e tenta reconquistar a chef de cozinha dizendo que a perdoou... Boy, apenas supere o término e siga sua vida. 

Agenor

Reprodução/Globo
Roberto Bonfim é Agenor em "Segundo Sol" Imagem: Reprodução/Globo

Machista declarado: além do abuso psicológico e físico, Agenor carrega todos os preconceitos consigo e não aceita dividir seu espaço com uma mulher. Sente-se diminuído com a presença do sexo feminino, acredita que mulher não pode ocupar cargo de chefia e muito menos trabalhar. Para ele, a mulher não pode ter uma ocupação, falar com os vizinhos ou ter sua própria individualidade. Diz estar mudando, mas, a cada dia que passa, solta um comentário machista, tenta diminuir uma mulher --seja com agressividade ou de uma maneira passiva agressiva, explicando mil vezes o significado de algo porque pressupõe que a mulher não é capaz de fazer isso sozinha. Ah, Agenor, supere o seu orgulho de macho alfa e respeite as minas!

Ionan

Reprodução/TV Globo
Ionan (Armando Babaioff ) e Maura (Nanda Costa) Imagem: Reprodução/TV Globo

Bom moço, só que não: como quem não quer nada, o policial se ofereceu para ser o doador de sêmen de Maura (Nanda Costa) e Selma (Carol Fazu). Só que está usando sua boa ação para separar a parceira de sua mulher, ultrapassando os limites do respeito e mostrando que de boas intenções o inferno está cheio.

Edgar

Raquel Cunha/TV Globo
Imagem: Raquel Cunha/TV Globo

Covarde: Apesar de temperamental, Edgar é um bom moço. É educado, gentil, amoroso, mas covarde. Após ser humilhada na igreja por Roberval, Cacau assumiu seu romance com o arquiteto e o deixou morar em sua casa. No entanto, ao ser confrontado pelo irmão, Edgar terminou o romance com a chef de cozinha sem justificar que estava sendo chantageado pelo rival e preferiu sua carreira. Complicado deixar a covardia conduzir sua vida.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!