menu
Topo

Diversidade

Mulheres com deficiências e síndrome de Down estampam capas da "Teen Vogue"

Da Universa

05/09/2018 16h32

No mês de setembro, as principais revistas do mundo costumam trazer grandes figuras da mídia para estampar suas capas. Como a “Vogue”, que teve Beyoncé e Rihanna como protagonistas nas edições americana e britânica, respectivamente.

Já a “Teen Vogue”, disponibilizada em plataforma digital, inovou ao trazer um novo olhar para a publicação, visando a inclusão e diversidade.

Veja também

Chelsea Werner, ginasta e modelo com síndrome de Down, Jillian Mercado, que tem distrofia muscular espástica, e Mama Cax, blogger, modelo, amputada e defensora de pessoas deficientes são as estrelas das três capas divulgadas.

A fotógrafa Camila Falquez foi a responsável pelos cliques que estampam a matéria sobre os desafios de ser uma modelo portadora de deficiência na indústria da moda. Já Keah Brown, jornalista, ativista e portadora de paralisia cerebral, foi a redatora do texto.

“Pessoas com deficiência e modelos com deficiência ainda são deixados de fora da maioria das campanhas e desfiles. Essa falta de representatividade tem implicações. Quando você fica tanto tempo sem se enxergar é fácil interpretar essa falta de representação como significando que você é feia e indigna, que você merece ser invisível ou até pior, é grotesca. Esse apagamento pode ter impacto na sua saúde mental”, declarou Keah Brown.

Veja as capas e algumas fotos do ensaio:

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!