menu
Topo

Sexo

"Ioga anal": a prática que ajuda a relaxar e a evitar dor no sexo

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Heloísa Noronha

Colaboração com Universa

05/09/2018 04h00

O sexo anal ainda é um tabu a ser vencido. Nem tanto por preconceito ou constrangimento: é que a dor associada à prática produz medo. E esse receio não é à toa: se você não relaxa, não respira fundo nem se sente à vontade para curtir a experiência, vai doer, mesmo. Em suas pesquisas, a psicóloga e sexóloga Tatiana Presser, do Rio de Janeiro (RJ), aprendeu a chamada "ioga anal". Mas o que é isso?

São exercícios simples para fazer a dois e tornar o sexo anal mais prazeroso. Tatiana, que também é autora do livro “Vem Transar Comigo” (Ed. Rocco), vem difundido a atividade em palestras pelo Brasil e deu algumas dicas básicas para Universa.

Veja também

O primeiro passo, segundo a sexóloga, é entender como funciona a anatomia do ânus. "Como o mesmo tecido que forma o ânus se estende para dentro do canal, essa área também incha de sangue e se torna 'acolchoada' quando o clitóris, os lábios da vagina e o ponto G incham. Ou seja, quando a mulher está com muito tesão", diz Tatiana.

Quando a mulher está excitada e os esfíncteres estão relaxados, o canal do ânus vai relaxar --e até se expandir! Óbvio que não da mesma maneira que a vagina, mas vai acomodar o pênis numa boa. O que dá a sensação de "aperto" é a passagem pelos dois esfíncteres. Após o canal do ânus vem o reto --que, na verdade, é curvo para cima, por isso Tatiana recomenda que o casal, ao partir para as vidas de fato, encontre junto a melhor posição para o sexo anal, já que o pênis não vai entrar certinho, como acontece na penetração da vagina.

Bom, a "ioga anal", de fato, tem preceitos muito simples: quando você estiver de quatro, com as pernas abertas, peça para o par colocar uma mão em cada nádega e começar a fazer movimentos de massagem para relaxar a musculatura. "Ele deve abrir suas nádegas e começar com os dois dedões, um para cada lado, esticando o ânus como se fosse abri-lo. É hora de respirar fundo, soltando o ar devagar, enquanto o parceiro estica o seu ânus em todos os ângulos", orienta Tatiana.

Lembre-se: a respiração é importante para ajudar a relaxar. "Prender a respiração, com medo da dor, pode ter um efeito negativo, porque vai fazer toda a sua musculatura ficar tensa, inclusive os esfíncteres", completa.

Segundo a terapeuta, a "ioga anal" é ótima para ajudar a relaxar os esfíncteres e vivenciar a prática sem nenhuma dor. "E mais: só o fato de vocês estarem praticando esse pré-exercício já é uma espécie de brincadeira que pode ser quente e gostosa o bastante para você ficar excitada. Tudo depende, é claro, do grau de erotismo que você atribuir à experiência", diz.

O uso de um lubrificante sempre é importante, já que, ao contrário da vagina, o ânus não tem lubrificação natural. Os ideais são aqueles à base de água, que deslizam bem, não tiram a sensibilidade nem interferem no látex da camisinha.

Tatiana ensina, a seguir, outros exercícios relaxantes para tornar o sexo anal, para iniciantes ou experts, mais gostoso:

  • O homem pode penetrar o ânus com o dedo, passando pelos dois esfíncteres, até sentir a curva do reto. Aí, é só aplicar pressão em diferentes pontos, como se fosse um relógio. Relaxe e vá contando ao parceiro o que está sentindo: se há conforto, se gosta ou quer menos pressão etc.

  • Com as palmas das mãos juntas, o par deve colocar as mãos entre as nádegas da mulher, fazendo movimento de baixo para cima e de cima para baixo.

  • Além da ioga, o do-in também pode ter finalidades sexuais: basta o cara pressionar o dedão no ânus da mulher como se estivesse tocando uma campainha, alternando os dedões. "É bom começar devagar, pressionando por alguns segundos a cada vez, e acelerar o passo", diz Tatiana.

  • Outra técnica infalível de relaxamento para ser colocada em prática depois de uma massagem suave em volta do ânus: o cara inserir o dedo inclinado levemente para cima na direção do cóccix, empurrando de forma leve e parando ao encontrar resistência, para então voltar a pressionar de leve.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!