menu
Topo

Sexo

Juliana Caldas fala sobre relação entre sexo e nanismo: "Todo mundo transa"

Reprodução/Instagram/@juzinha.caldas
Imagem: Reprodução/Instagram/@juzinha.caldas

Da Universa

04/09/2018 14h41

Conhecida por ter interpretado Estela em “O Outro Lado do Paraíso”, Juliana Caldas abriu o jogo sobre suas experiências sexuais e preconceito que sofre por ter nanismo em entrevista à “Quem”.

A atriz comentou sobre a sensação de ter a sua sexualidade como algo invisível só por ter uma condição física diferente da maioria das pessoas, algo que parece ser de “outro mundo”, como ela mesma cita.

Veja também

“É engraçado como as pessoas não sabem lidar com isso. Elas ficam surpresas. Já vieram me perguntar: 'Você transa?'. Como assim? Óbvio, todo mundo transa. É como se fosse uma coisa de outro mundo, e não é, é normal, da mesma forma que (para) você. Talvez possa ter posições que você não tem, que não consegue, mas eu vou lá e te ensino e te mostro o diferente. E posso fazer de outra forma e pode ser muito mais prazeroso do que a posição normal. Tudo depende da forma que você recebe isso”, disse.

Fetiches sexuais também foi um assunto abordado por Juliana. À “Quem”, ela disse que isso existe (e muito!) com o nanismo, mas faz questão de deixar tudo claro logo no começo de qualquer relacionamento, seja ele casual ou não, reforçando a importância do respeito ao próximo.

“A partir do momento que começo a me relacionar, quando vejo que existe esse interesse de relacionamento e acontece de vir esse tipo de assunto (sexo), jogo a real: 'É fetiche, é isso, é aquilo, é curiosidade, o que é?'. Pergunto para saber o que eu faço, como eu lido com isso. Posso aceitar ou não, mas gostaria de saber. Quando eu vejo que é de má intenção, que não tem respeito, saio fora. Sempre pergunto, mas já rolou de me relacionar, aconteceu, saí, fiquei a noite toda e, no dia seguinte, ele não olhou para minha cara”, concluiu.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!