menu
Topo

Diversidade

Giovanna Ewbank levanta discussão sobre racismo: "É uma questão de todos"

Eduardo Bravin/29Horas
Imagem: Eduardo Bravin/29Horas

Da Universa

04/09/2018 15h04

Desde que se tornaram pais, Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso têm se colocado à frente de questões envolvendo o racismo, principalmente depois que Titi foi alvo de ataques na internet.

Em entrevista à revista “29Horas”, Giovanna comentou por que considera combater o racismo uma “missão de vida” -- que tem ao lado do marido --, citando a adoção da filha como uma reviravolta no seu olhar crítico sobre o preconceito.

Veja mais

“É a missão da nossa vida, que tentamos levar para as pessoas que não enxergam. A gente sempre soube que o racismo existia, mas não tínhamos a dimensão da crueldade que é o dia a dia do racismo. Só fomos saber quando viramos pais de uma criança negra, quando tomamos isso para nós”, disse.

A atriz levanta também uma discussão sobre a necessidade de se abranger o espaço de fala sobre o tema, para conscientizar outras pessoas do peso do racismo. “Quando você tem alguém próximo que sofre com esse crime, você começa a entender o quão pesado e presente é o racismo. A gente tenta mostrar como o racismo é uma questão de todos, não só dos negros, é de todo mundo".

Giovanna, que estreou recentemente como apresentadora do programa “Superbonita”, no canal pago GNT, e tem um canal no YouTube, o “Gioh”, apontou os pontos positivos dos novos rumos da carreira. "As pessoas dizem que gostam das coisas que eu falo. E a possibilidade de conhecer pessoas através desses canais é uma coisa que me fascina. O que eu sinto é que as pessoas me conhecem hoje de um jeito que não conheciam", opinou.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!