menu
Topo

Papo de vagina

Dez informações sobre o hímen que talvez você não saiba

iStock
Entenda tudo sobre a membrana que leva consigo o mito da virgindade Imagem: iStock

Luisa Moreira

Colaboração para a Universa

03/09/2018 04h00

Dúvidas sobre o hímen rondam jovens mulheres que estão prestes a ter sua “primeira vez”. Dói? Não dói? Vai sangrar? Para conhecer mais sobre o seu corpo e entender por que ele existe, a Universa conversou com Carolina Ambrogini, coordenadora do Projeto Afrodite, ambulatório de sexualidade feminina da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), e Ana Paula Junqueira, ginecologista e sexóloga. A seguir, veja dez perguntas e respostas sobre o hímen:

Veja também

1. O que é o hímen?

O hímen é uma membrana que faz parte do desenvolvimento fetal feminino e, por isso, permanece com esse corpo ficando na entrada da vagina. Além disso, ele tem um orifício no meio por onde o passa o sangue menstrual todos os meses. Entretanto, apenas um médico consegue identificá-lo.

2 Toda mulher tem hímen?

Em sua maioria, sim. Entretanto, existem alguns casos raros em que a mulher pode nascer sem ele. Outro caso, também pouco provável, mas que acontece, é a mulher nascer com um hímen imperfurado, que causa acúmulo do sangue quando a menstruação vem pela primeira vez na adolescência. Nessas situações, ela sentirá uma cólica intensa e precisará fazer uma incisão cirúrgica.

3. Qual é a função do hímen?

"Nenhuma". Carolina e Ana Paula são categóricas ao afirmar isso. É apenas uma continuação da mucosa que se forma durante a gestação e, na vida adulta, não significa nada para a saúde ginecológica da mulher.

4. O hímen pode se romper com o uso de absorvente íntimo?

Não. Nem o absorvente íntimo nem a masturbação com os dedos farão o hímen se romper. No caso de sex toys, por exemplo, dependendo do diâmetro, pode ocorrer. O fato é que, lembram as ginecologistas, apenas uma avaliação feita por especialista conseguirá identificar se ele foi rompido ou não.

5. O que acontece depois que ele se rompe?

Como é uma membrana, depois que ele se rompe, ficam as chamadas carúnculas himenais, que nada mais são do que vestígios dessa mucosa, permanecerão ali adaptadas à nova estrutura vaginal.

6. Todo hímen sangra quando se rompe?

Na maioria dos casos, sim, mas pode não sangrar. O que ocorre geralmente é um sangramento em pequena quantidade, vermelho vivo, e é absolutamente normal.

7. Toda mulher vai sentir dor nessa situação?

Não necessariamente. Muitas mulheres, por falta de informação e pelas conversas com amigas, já vão tensas para a primeira transa com penetração. Mas o hímen, inclusive, não tem terminações nervosas e, por isso, não teria motivo para o seu rompimento causar dor. Então, por se tratar de uma sensação diferente, a ginecologista e sexóloga Carolina Ambrogini indica a masturbação com os dedos para a mulher conseguir sentir a própria vagina e ir mais relaxada para essa “primeira vez”. 

8. Mulheres virgens precisam ter receio sobre esse momento?

Muitos dos problemas sexuais femininos decorrem por conta de uma experiência ruim de estreia. E aí fica o pensamento de que sexo dói, o que pode ser algo que a mulher leve a vida toda e não encontre prazer nesse ato. Portanto, o ideal é estar à vontade consigo mesma, excitada para não ficar nervosa e essa tensão muscular ocasionar dor.

9. O parceiro consegue sentir que está rompendo o hímen?

Não. Como foi dito anteriormente, apenas uma avaliação médica pode detectar a existência do hímen na vagina. Além disso, quando se rompe, é algo bastante sutil e o homem não conseguirá saber. 

10. Ter o hímen rompido significa que a mulher não é mais virgem?

Não. O conceito de virgindade ligado ao rompimento do hímen é ultrapassado. Mulheres podem ter outros tipos de relação sexual sem penetração e ele continuar intacto. Apenas a penetração peniana (ou de outro objeto) pode fazê-lo romper.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!