menu
Topo

Pausa

Pare, respire e olhe o mundo ao redor

Príncipe George teria tido 1ª lição de caça -- e súditos não estão felizes

Reprodução/Instagram
Príncipe George Imagem: Reprodução/Instagram

da Universa, em São Paulo

27/08/2018 13h47

Caçar é um dos hábitos mais tradicionais dos membros da realeza britânica — e uma prática que começa muito cedo na vida de príncipes e duques.

Por isso, o príncipe George teria sido levado a sua primeira caçada de galos silvestres neste último final de semana pelos pais, William e Kate, além da bisavó, a rainha Elizabeth, seus irmãos e primos.

Veja também

A família foi vista deste sexta-feira (24) no perímetro do castelo de Balmoral, propriedade da coroa na Escócia e local escolhido para a prática de tiro, segundo a correspondente real Emily Andrews.

Mas a notícia não foi bem-vinda para alguns fãs e súditos da família e a decisão gerou debate nas redes sociais. 

"Príncipe William, em outubro do ano passado, fez um discurso nos avisando que 'populações de animais silvestres ao redor do globo caíram pela metade durante sua vida'. Hoje, ouvimos que ele levou seu filho, o príncipe George, para sua primeira caçada de galos silvestres".

"Acabei de ver que o príncipe George foi levado a sua primeira caçada de galos silvestres, tudo em nome do 'esporte'. Que vergonha que outra criança inocente vai crescer acreditando que matar animais por diversão será uma coisa normal de se fazer". 

"Realmente surpreso que o duque e a duquesa de Cambridge tenham cometido uma gafe para a mídia moderna ao levar o príncipe George para uma caçada de galos silvestres em Balmoral. Eles não deveriam precisar de conselhos para isso, mas eles claramente não receberam nenhum. Ou isso, ou eles simplesmente não se importam!".

"Acabei de ler uma notícia que dizia que o príncipe George foi levado para sua primeira caçada a galos silvestres em Balmoral. Se este for o caso, me deixa triste e com raiva que ele vá crescer sem nenhuma empatia por animais".

Outros internautas, no entanto, afirmaram que o argumento seria inválido porque a família real e, possivelmente, alguns dos reclamantes comem carne.

"Então o príncipe George foi levado para caçar galos e as pessoas estão enraivecidas. Grandes chances de que muitas destas mesmas pessoas comam carne. Muito melhor matar e comer um pássaro criado na natureza, que não faz nenhuma ideia do que virá do que comer [a carne de uma ave] que cresceu em uma fazenda de frangos ou até porcos. Na minha opinião, é uma raiva mal-direcionada".

"As pessoas atacando o príncipe George por ir a sua primeira caçada aos galos hoje dizem o quanto é cruel. Antes disso, elas comeram um assado no domingo, ou comerão um hambúrguer e até peixe com batatas, mas tudo bem", escreveu ainda um internauta.

Mais Pausa