menu
Topo

Relacionamentos

Namoro ioiô pode ser prejudicar saúde mental, revela novo estudo

Divulgação
Ross (David Schwimmer) e Rachel (Jennifer Aniston) em "Friends" Imagem: Divulgação

Da Universa

27/08/2018 13h42

Pode parecer muito bonitinho na ficção - como Ross e Rachel de "Friends", mas dar mais uma chance ao amor (ou várias) pode ser uma bomba para sua cabeça. Segundo estudo da Universidade de Missouri (EUA), terminar e voltar várias vezes com a mesma pessoa prejudica, e muito, a saúde mental.

Entre os mais de 500 pesquisados, 60% já esteve neste tipo de relacionamento e mais de um terço dos casais que moram juntos já se separaram e voltaram em algum momento.

Veja também

Comparados a outros namoros sem esse padrão, os casai "ioiô" apresentam maiores taxas de abuso, comunicação pior e menores níveis de compromisso. Além disso, o vai e volta de um Relacionamento está associado a sintomas mais frequentes e depressão e ansiedade.

Kale Monk, o especialista que conduziu o estudo, dá algumas dicas para deixar esse padrão de lado, ou menos nocivo: saber se o término é sempre motivado pelo mesmo motivo e se faz sentido insistir, conversar sobre as razões do término -- a não ser quando envolve violência, pensar sobre quais motivos levam o casal a voltar e se eles satisfazem o casal, ter em mente que não é problema dar fim a um relacionamento tóxico, procurar aconselhamento ou terapia de casal.