menu
Topo

Fofuras

Autor de "bilete" queria perder aula para fazer maratona de séries, diz mãe

Reprodução/Facebook/Geovana Santos
Gabriel Lucca mostra recado que viralizou Imagem: Reprodução/Facebook/Geovana Santos

Mariana Gonzalez

Da Universa, em São Paulo

24/08/2018 17h09

Na última terça-feira (21), Gabriel Lucca, de 5 anos, armou uma bela travessura: escreveu um "bilete" assinado pela "tia Paulinha", professora da escola, dizendo que não haveria aula no dia seguinte porque "pode ser feriado". 

A fofura, que ganhou as redes sociais nesta semana, foi motivada por um desejo muito comum: passar o dia maratonando séries da Netflix. 

Veja também

Em entrevista à Universa, Geovana Santos, mãe de Gabriel, contou que o menino, ansioso, começou a ver a animação "Caçadores de Trolls" na plataforma e não queria esperar até a tarde seguinte para terminar a temporada. 

"Gabriel é muito obediente, admitiu que escreveu o bilhete e eu o corrigi, mas é impossível não rir da situação", disse Geovana. 

A história foi compartilhada nas redes sociais pela professora, Paula Renata Robardelli. "Quando seu aluno, já leitor e escritor, resolve 'trollar' a mãe e a professora... Eita geração esperta", escreveu. 

A família, que vive em Bocaina, no interior de São Paulo, sempre incentivou a leitura do menino, lendo histórias, cobrando os estudos e dando livros e gibis. Mesmo com essa "forcinha", Geovana se impressiona com a rapidez que Gabriel foi alfabetizado.

"Ele é muito precoce. Quando entrou na escolinha, aos 2 anos, ele já sabia escrever o próprio nome. Aos 3, já escrevia meu nome, o nome do pai dele e algumas palavras mais simples", lembra. 

Críticas

No Facebook, Geovana disse que Gabriel está "emocionado" com a repercussão entre os internautas e até chorou quando se viu na televisão (a história foi contada na TV TEM, afiliada na Rede Globo, na última quinta-feira). 

Apesar da repercussão positiva, a mãe recebeu críticas em relação à brincadeira do filho e se pronunciou, nas redes sociais: "Sei que é errado uma criança mentir e tentar se passar por outra pessoa, mas acreditem, ele foi repreendido por isso". 

À Universa, ela disse que é uma "mãe chata" e que pega muito no pé de Gabriel.

"Mas o fato dele querer faltar à aula não o transforma em um marginal ou vândalo, como as pessoas estão dizendo. Tenho certeza que muitos adultos têm preguiça de ir para escola ou serviço para ficar em casa vendo séries", desabafou, nas redes sociais. 

Outros "biletes"

Essa não é a primeira vez que Gabriel Lucca escreve um recadinho para a mãe. 

Desde que aprendeu a ler e escrever "de tudo", o menino tem o costume de deixar bilhetes amorosos, declarando coisas como "mamãe, te amo" e "mamãe, você é tudo para mim". 

"Até quando apronta alguma coisa e leva bronca, ele escreve bilhetes pedindo desculpas", diz Geovana.