menu
Topo

Universa

Após overdose, avô quer que Demi Lovato abandone carreira por vida "normal"

Michael Kovac/Getty Images
A cantora Demi Lovato Imagem: Michael Kovac/Getty Images

da Universa, em São Paulo

22/08/2018 10h38

Para Jamie De La Garza, a recuperação de sua neta, Demi Lovato, após uma overdose de opioides, depende de sua saída de Hollywood.

O avô da cantora deu uma entrevista ao site "Radar Online" nesta quarta (22) e afirmou que gostaria que ela encerrasse sua carreira.

Veja também

"Estou rezando por ela. Gostaria que a Demi deixasse a indústria e voltasse para cá [Irving, no estado americano do Texas] antes que seja tarde demais. Hollywood não é mais do que uma bagunça horrorosa!", disse Jamie, de 82 anos, pai de Eddie De La Garza, o padrasto de Demi e pai de sua irmã, Madison.

Ele ainda explicou que soube da recaída da neta, depois de seis anos de sobriedade, por meio da imprensa.

"Fiquei acabado [com a notícia], mas esta é a única maneira com que consigo acompanhar o que está acontecendo. A família me liga, mas todos apenas me dizem que a Demi está bem", explicou.

"Espero que este seja um 'chacoalhão' para a Demi. Estou feliz que a minha esposa não esteja mais aqui para ver o que aconteceu com a nossa neta".

Demi sofreu uma overdose, segundo o "TMZ" de oxicodona e fentanil, duas potentes drogas analgésicas, em sua casa em Los Angeles em 24 de julho. Depois de mais de uma semana hospitalizada, ela foi transferida para uma clínica de reabilitação no Arizona. Desde então, sua turnê no Brasil, que aconteceria em novembro, foi cancelada.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa