menu
Topo

Autoestima

Juliana Alves sobre aceitar corpo: "Sou contra glamorização da maternidade"

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

20/08/2018 16h13

Nesta segunda-feira (20), Juliana Alves resolveu motivar outras mães por meio do seu Instagram e abrir uma discussão sobre a “glamourização da maternidade”.

Na publicação, a atriz, de 36 anos, aparece usando sutiã e calcinha, 11 meses após dar à luz Yolanda.

Veja também

Ao compartilhar o relato, Juliana reforça como existe uma pressão da sociedade para fazer com que as mães tenham a obrigatoriedade em voltar a ter um “corpo normal” após a gestação.

“A maternidade me fez ter noção de como a natureza é perfeita. Incrível e extraordinária (...) Entender isso e aceitar isso, me dá um chão, uma paz e um desprendimento... me protege. Sou contra a glamourização da maternidade. Acho um desserviço o culto ao corpo sarado pouco tempo pós-parto”, comentou.

Ao falar sobre a amamentação, a atriz ainda fala sobre como o papel de cuidar do bebê não deve se restringir apenas à mãe, reforçando a existência de uma “rede de apoio” para isso.

“A natureza do corpo da mulher que amamenta está a serviço da amamentação. Mesmo quando ela já trabalha e se cuida.  Quando os bebês já estão com uma rotina estabelecida, após a introdução alimentar, fica mais fácil pra gente ter uma vida social mais ativa mesmo ainda amamentando. Em termos de tratamentos estéticos, existem várias restrições, para não prejudicar a saúde do neném. E tá tudo bem se você se sente bem. As pessoas à volta da mãe recente, têm que aprender a respeitar isso. E acho cruel, desumana e covarde a pressão em cima de mães em pleno puerpério. A amamentação e os cuidados com o bebê devem envolver os pais e quem estiver na rede de apoio. E essa rede de apoio é muito importante para a mãe também. Cada pessoa tem uma configuração. Cada uma com sua natureza, sua história e seu valor com tudo isso”, concluiu.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!