menu
Topo

Mães e filhos

Serena Williams diz que técnico pediu que ela parasse de amamentar a filha

Divulgação
Serena Williams com a filha, Alexis Olympia, para a Vogue America de fevereiro de 2018 Imagem: Divulgação

da Universa, em São Paulo

17/08/2018 10h34

Depois de dar à luz Alexis Olympia, sua filha de 11 com Alexis Ohanian, em um parto traumático que quase a matou e dificultou seu retorno às quadras, Serena Williams tem falado abertamente sobre os desafios que tem enfrentado como mãe e mulher em um esporte competitivo como o tênis.

A distância da filha que a dedicação aos treinos impõe já fez a melhor tenista do mundo sentir culpa e pensar que não é uma boa mãe, mas houve um outro momento particularmente difícil para ela: ouvir de seu técnico que ela precisava parar de amamentar para recuperar a alta performance de seu corpo.

Veja também

"Você tem o poder de sustentar aquela vida que Deus a deu. Você tem o poder de fazê-la feliz, de acalmá-la. Em qualquer outro momento da sua vida, você não tem este poder mágico", comentou Serena ao revelar que amamentou Alexis Olympia por oito meses à revista "Time" que chegará às bancas em 27 de agosto.

No entanto, ao chegar na França para treinar para Wimbledon, o técnico da atleta disse a ela que era agora ou nunca: ela deveria parar de amamentar para vencer em quadra.

"É muito difícil [escutar isso] de um cara. Ele não é uma mulher, ele não entende aquela conexão, que o melhor momento do dia para mim era quando eu a alimentava. Passei a minha vida inteira fazendo todo mundo feliz, servindo a todos. E isso era algo que eu queria fazer".

Mas Serena acabou cedendo ao pedido. "Eu olhei para a Olympia e disse 'ouça, mamãe precisa conquistar o corpo dela de volta, então a mamãe vai ter que parar agora'. Nós tivemos uma boa conversa, nós nos entendemos", concluiu a tenista.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!