menu
Topo

Sexo

Sexo e comida: como fazer essa combinação dar certo

Getty Images
Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração com Universa

01/08/2018 04h00

Incrementar a transa com caldas, chocolates e afins sempre permeia o imaginário de qualquer pessoa que queira dar, literalmente, mais sabor ao sexo. No entanto, nem sempre certas ideias ou práticas mostradas em filmes funcionam bem na vida real. Alguns alimentos oferecem riscos à saúde e podem até detonar uma noite promissora. Para fazer a combinação sexo e comida dar certo, siga as dicas a seguir:

Veja também

Não passe nem introduza NADA na vagina

A vulva e a mucosa que recobre os órgãos genitais são muito sensíveis, por isso é preciso tomar muito cuidado. Use chantilly, sorvete, calda de chocolate ou leite condensado, por exemplo, só para lambuzar os mamilos, as coxas e o bumbum.

Caso sejam introduzidos na vagina, há o risco de que esses alimentos ajudem na proliferação de fungos e bactérias que alteram o pH local. Resultado: alergias, corrimentos e infecções como a chatinha candidíase. Evite.

Não adote substitutos como lubrificante

Esqueça cenas de cinema com manteigas ou outros itens alimentícios ocupando o papel de lubrificantes --inclusive para sexo anal. Além do risco de infecções, ardências e coceiras, comida não cumpre a função de diminuir o atrito e tornar a penetração mais fácil e gostosa.

O ideal é usar um lubrificante convencional para o sexo, sempre à base de água.

Opções "artificiais" são aliadas do prazer

Óleos de massagem com aromas que excitam o paladar, velas com sabor que derrete em contato com a pele sem machucar, géis de fruta próprios para sexo oral, camisinhas com sabor... É vasto o leque de opções de cosméticos sensuais do tipo comestível capazes de saciar os nossos fetiches gulosos.

A gama de sabores também é grande: dos tradicionais chocolate e morango, passando por inspirações etílicas como vodca, vinho e caipirinha até criações tipicamente brasileiras à base de café ou guaraná, dá para se saciar à vontade.

E o melhor é que muitos são produzidos à base de água e têm na composição ativos hipoalergênicos. 

Gelo? Truques para não entrar numa fria

Passar um cubo de gelo pelo corpo do par ou receber lambidas de alguém com uma pedrinha bem fria na boca é uma delícia. Porém, tome duas precauções: 1) o gelo não deve ficar muito tempo em contato com uma única região; e 2) evite áreas sensíveis como vagina e ânus.

A razão? Pode causar queimaduras. Uma boa dica é usar o gelo quando já estiver em processo de derreter, nunca tirado prontamente da geladeira.

Pegue leve no prato antes de transar

Um jantar caprichado é sempre uma ótima forma de começar uma noite romântica a dois. No entanto, se quiser evitar perrengues como barriga estufada, azia, dor de estômago e atos fisiológicos pouco excitantes como arrotos e puns, é bom fugir de alimentos muito pesados como batata frita, feijão, queijos e carne vermelha.

Alguns deixam o organismo preguiçoso e pouco propenso a praticar o Kama Sutra.

Invista na dupla pró-tesão

Quer aumentar o poder da sua libido? Vá de chocolate, de preferência os dos tipos meio amargo e amargo. O cacau possui serotonina, endorfina e feniletilanina, substâncias naturais que estimulam a sensação de prazer. 

Já a banana, rica em potássio, magnésio e vitaminas do complexo B, provocam a vasodilatação, ajuda na produção de hormônios sexuais e combate as temidas cãibras na hora H.

Aposte no poder das especiarias

O gengibre tem aroma acentuado e sabor levemente ardido, características que já mexem com os sentidos. E mais: estimula a lubrificação feminina. A canela, por sua vez, pode aumentar a lubrificação vaginal natural.

Álcool? Beba com moderação

Uma ou duas taças de vinho dão aquela relaxada boa e ajudam a afrouxar as rédeas da inibição. Em excesso, entretanto, o álcool pode provocar lentidão e dar o maior sono, atrapalhando os planos de uma noite caliente. Equilíbrio é o segredo.

Ah, também não é recomendável derramar qualquer bebida alcoólica na vagina, viu? Contente-se com goles ou lambidas no umbigo e nos seios. As bolhinhas dos espumantes, aliás, dão uma sensação incrível na pele e na boca.

Fontes: Andreia Berté, palestrante motivacional e coaching de sensualidade, de Curitiba (PR); Cristina Carneiro, ginecologista e obstetra, de São Paulo (SP), e Paula Castilho, nutricionista, de São Paulo (SP).

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!