menu
Topo

Universa

Jennifer Aniston diz que ser mãe não é sua missão na Terra e comenta #MeToo

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

01/08/2018 13h41

Estrela de Hollywood desde seu papel como Rachel, de “Friends”, Jennifer Aniston vê seu nome aparecer mais por fofocas do que por seus papéis. Após passar por alguns términos de relacionamento bem públicos – Brad Pitt e Justin Theroux – a atriz é sempre questionada se e quando será mãe.

Em entrevista à revista "InStyle", a atriz, de 49 anos, afirma que as especulações sobre sua vida pessoal magoam e que ninguém pode julgar sua vida pessoal. “Há uma pressão nas mulheres para que elas sejam mães, e se elas não são, elas estão condenadas. Talvez minha missão nesse planeta não seja procriar”, diz.

Veja também

Para ela, a agressiva postura da mídia e fãs em relação aos seus relacionamentos tem muito a ver com sexismo. “Quando um casal termina em Hollywood, é a mulher que é exposta, deixada triste e sozinha, um fracasso”, afirma.

Assédio

Jennifer conta que já levou cantadas de outros atores, mas nunca esteve em uma situação em que se sentiu desconfortável. “Já fui tratada pior verbalmente por algumas mulheres na indústria”, diz.

Sobre os movimentos #MeToo e Time’s Up, a atriz afirma que agora é hora de homens e mulheres se ouvirem. “Quando todo mundo está bravo e agressivo, as pessoas ficam com medo de falar e não há conversa”, declara.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa