menu
Topo

Mães e filhos

Bebês preferem ouvir a voz de outro bebê do que a voz da mãe, diz estudo

iStock
Estudo avaliou crianças de 6 meses Imagem: iStock

Da Universa

29/07/2018 19h00

Durante os primeiros anos de vida do bebê, é comum que as mães estimulem a fala "conversando" bastante com eles. Mas, de acordo com um estudo da Universidade de McGill, a voz da mãe não costuma ser a que crianças de cerca de seis meses mais gostam de ouvir. 

A pesquisa canadense notou que bebês desta idade mostram 40% mais interesse em ouvir a voz de outros bebês do que uma voz feminina adulta. 

Veja também: 

O motivo? A voz dos contemporâneos ajuda o bebê a aprender a falar, mesmo que nenhum deles tenha aprendido a articular palavras inteiras. 

O que surpreendeu os pesquisadores é que, em geral, os bebês preferem ouvir outras crianças da mesma idade não porque se identificam com o tom de voz infantil, mas porque reconhecem o balbuciar de outro bebê como um som que eles podem reproduzir. 

O estudo, publicado na revista "Developmental  Science", expôs bebês a diferentes tons de vozes, de diferentes idades, mas pronunciando as mesmas vogais. 

Linda Polka, pesquisadora da Universidade de McGill, acredita que quando os pais falam com os bebês com uma voz infantil, eles também estão ajudando os pequenos a "encontrar a própria voz". 

"Como adultos, usamos a linguagem para nos comunicar, mas quando uma criança pequena começa a fazer sons da fala, ela geralmente tem mais a ver com a exploração do que com a comunicação em si. Eles literalmente precisam encontrar sua própria voz", disse, ao "Daily Mail". 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!