menu
Topo

Violência contra a mulher

140 vítimas de Larry Nassar se reúnem no ESPY Awards: "Sobrevivemos juntas"

Getty Images
O Espy Awards aconteceu nesta quarta-feira (18) em Los Angeles, nos Estados Unidos Imagem: Getty Images

Da Universa

19/07/2018 14h27

Seis meses depois do julgamento de Lary Nassar, 140 de suas vítimas se reuniram no palco do ESPY Awards, em Los Angeles, nos Estados Unidos, para receber o prêmio Arthur Ashe de Coragem deste ano. 

Entre elas estava a medalhista olímpica Aly Raisman, que foi uma das três atletas a falar sobre o caso durante o evento: "Nós sofremos sozinhas, mas sobrevivemos juntas", disse.

Veja também

"A pior parte desse pesadelo é saber que ele poderia ter sido evitado. Se apenas um adulto tivesse nos ouvido, acreditado e agido, algumas pessoas que estão de pé comigo neste palco sequer o teriam conhecido", desabafou Raisman, na noite desta quarta-feira (18). 

A ginasta de 24 anos falou sobre a importância do caso para evitar que, no futuro, o mesmo aconteça com outras jovens.

Tiffany Thomas Lopes e Sarah Klein – aos 33 anos, ela é considerada uma das primeiras vítimas de Nassar – também discursaram sobre a importância de ouvir as vítimas, especialmente crianças. 

"Contar nossas histórias repetidas vezes, em detalhes, não é fácil ”, disse Klein. “Estamos sacrificando nossa privacidade e isso é doloroso". 

Em janeiro, o médico Larry Nassar, foi condenado a 175 anos de prisão por abusar sexualmente de centenas de atletas, a maior parte delas ainda na adolescência, durante décadas que trabalhou para a Confederação Americana de Ginástica (USAG). 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!