menu
Topo

Mães e filhos

Jovens preferem passar cada vez mais tempo com a família em vez de transar

Getty Images
Imagem: Getty Images

da Universa, em São Paulo

18/07/2018 11h50

Os adolescentes estão trocando o tempo que dedicavam ao sexo pela oportunidade de ficar online ou aproveitar a companhia da família.

A mudança no comportamento dos jovens foi apontada nesta por uma pesquisa conduzida pelo British Pregnancy Advisory Service (o Serviço de Aconselhamento sobre Gravidez no Reino Unido, em tradução livre) e publicada nesta terça (17).

Veja também

Após entrevistarem cerca de 1.000 garotos e garotas entre 16 e 18 anos em fevereiro de 2017, os pesquisadores concluíram que os jovens também estão bebendo menos e focando mais nos estudos e no futuro profissional. 

Segundo o Office for National Statistics (ONS), órgão estatístico do governo britânico, houve 18.076 gravidezes de mulheres com menos de 18 anos na Inglaterra e no País de Gales em 2016, uma queda de 11% em relação ao ano anterior. 

As interações com a família e com amigos nas redes também afetaram a vida sexual dos adolescentes, segundo o BPAS. Dois terços dos jovens ouvidos afirmaram nunca ter feito sexo, enquanto 24% declararam nunca ter bebido.

70% disseram falar com os amigos por plataformas online quatro ou mais vezes por semana, enquanto apenas 24% garantiram vê-los tanto quanto pessoalmente. 

Um a cada cinco adolescentes encontra amigos fora do trabalho ou da escola uma vez por mês, ou menos. 

Segundo os pesquisadores, quem socializa regularmente com os amigos pessoalmente, está mais propenso a transar. 46% daqueles que veem os amigos quatro vezes por semana admitiram já ter transado, enquanto 29% daqueles que os veem apenas uma vez por mês ou menos disseram ter tido a mesma experiência.

Adolescentes que socializam com regularidade também costumam ter transado com mais de uma pessoa, concluiu a pesquisa.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!